O conselho arbitral da Ferj, formado pelos clubes, confirmou nesta segunda-feira a implantação de um novo regulamento para o Campeonato Carioca em 2020. O torneio, que começa em 18 de janeiro, terá uma fórmula similar a que foi adotada na década passada: turno e returno, com eventual final entre os dois vencedores de Taça Guanabara e Taça Rio, mas sem a necessidade de fazer semifinais gerais do Estadual.

Pelo modelo aprovado pela maioria dos clubes (a Ferj não vota), a competição terá 15 ou 17 datas. Os 12 clubes em dois grupos de seis. Na Taça Guanabara, os clubes enfrentarão adversários fora do grupo (seis rodadas), com quatro avançando para semifinais e depois a final. Essa foi uma forma de evitar uma final de turno durante o Carnaval. Na Taça Rio, os jogos serão dentro do grupo (cinco rodadas), com semifinais e final em jogo único.

Se times diferentes vencerem cada turno, haverá a final geral do Estadual em dois jogos (17 datas ao todo).

O time que vencer ambos os turnos será o campeão do Carioca, em um modelo de campeonato com 15 datas, desde que nenhum outro time some mais pontos do que ele na classificação geral (somatório das Taças Guanabara e Rio).

Caso haja uma equipe com mais pontos que o time que vier a vencer ambos os turnos, ela participará de uma final geral do Estadual (ida e volta) com o time que vencer tanto a Taça Guanabara quanto a Taça Rio. A vantagem do empate será do time que chegar com o status de campeão dos dois turnos.

Primeira rodada do Carioca 2020:

Vasco x Bangu
Cabofriense x Fluminense
Volta Redonda x Botafogo
2° colocado da 1ª fase x Flamengo
Madureira x 1° colocado da 1ª fase
Resende x Boavista

GRUPO A

Botafogo
Flamengo
Bangu
Cabofriense
Boavista
1º da 1ª fase (América, Americano, Friburguense, Macaé, Nova Iguaçu ou Portuguesa)

GRUPO B

Vasco
Fluminense
Volta Redonda
Resende
Madureira
2º da 1ª fase (América, Americano, Friburguense, Macaé, Nova Iguaçu ou Portuguesa)

Fluminense vota contra

A aprovação da nova fórmula foi por maioria de votos. Só o Fluminense foi contrário à totalidade do modelo apresentado. O presidente Mário Bittencourt, partindo do pressuposto que há uma preocupação comercial, trouxe a sugestão de que o Carioca – por garantia – fosse feito com 16 datas. A proposta tricolor foi de realizar uma final geral, em jogo único, mesmo com um clube ganhando os dois turnos. Esse vencedor enfrentaria o time de melhor campanha na classificação geral.
Fase preliminar

Os regulamento também prevê que os 11 primeiros colocados da fase principal de 2020 ficam classificados para a fase principal de 2021. Ou seja, para os que já estão em cima, fica mais difícil ser rebaixado. A partir de 2021, a Ferj vai criar a Série A2, sepultando a fase preliminar. A competição terá a mesma fórmula da A1 e terá 12 clubes. Somente um clube subirá de divisão.

Outros itens

O documento votado na Ferj ainda traz um gatilho em relação ao calendário internacional. “As chamadas datas Fifa não serão utilizadas para partidas de clubes que tenham mais de um atleta convocado para seleções nacionais, exceto com a concordância dos mesmos”, descreve o texto.

Semifinais e finais de turno e finais do Estadual (clássicos) podem ser disputadas apenas no Maracanã ou no Nilton Santos. O Botafogo pleiteou que o estádio alvinegro entrasse na lista. Jogos entre grandes e pequenos podem ser disputadas em outros estádios. Fora do Rio, só jogos da fase classificatória.

Vote nas enquetes abaixo:

Fonte: O Globo Online