Capitão, pilar do time e querido pela torcida. Nem Joel Carli imaginava uma passagem tão bem-sucedida pelo Botafogo. Encantado com a boa fase vivida por ele e pelo time no Brasileiro, o argentino admite atravessar um momento especial. E acha graça por ser tratado como xerife alvinegro.

— No início era um pouco cômico, mas é parte do carinho da torcida — explicou o zagueiro, em entrevista ao jornal argentino “Olé”:

— Ganhei o apelido assim que cheguei e segue até hoje. É meio incômodo, porque não estou acostumado que me chamem assim. Mas é lindo, porque eles gostam.

Carli foi anunciado pelo Botafogo em dezembro de 2015. Sua importância se reflete no desempenho da equipe. Com o argentino na zaga, o Alvinegro só perdeu três vezes no ano.

— É uma surpresa para mim. Quando vim, pensava em conquistar uma posição, mas nunca imaginei chegar a capitão e receber tanto carinho — disse Carli, que fica envaidecido com os pedidos da torcida para que seja convocado para a seleção argentina, mas se diverte quando o tratam como ídolo:

— Sempre digo que estão loucos. Deve ser porque gostam de mim, ou porque não me conhecem bem.

Fonte: Extra Online