A Chapa Branca da eleição presidencial do Flamengo, do candidato Marcelo Vargas, procurou o FOGÃONET nesta quinta-feira para negar a informação do próprio coordenador da campanha Leonardo Ribeiro de que o Botafogo aceitaria dividir a administração do Nilton Santos e ampliar a capacidade do estádio para 65 mil lugares.

Em nota oficial, a assessoria do presidenciável Marcelo Vargas afirma que nenhum contato foi feito com General Severiano e a chapa possui uma proposta definida para os jogos do time rubro-negro.

“Esclarecemos desde já, que o candidato Marcelo Vargas jamais procurou o presidente ou qualquer dirigente do Botafogo de Futebol e Regatas para uma possível ‘parceria’ envolvendo o Estádio Nilton Santos. Em relação ao assunto estádio, a Chapa Branca do Flamengo e o candidato Marcelo Vargas já têm o seu projeto montado”, informou o comunicado.

Ricardo Lomba, Rodolfo Landim, Marcelo Vargas e José Carlos Peruano concorrem ao cargo de presidente do Flamengo no próximo dia 8 de dezembro, um fim de semana após o término do Campeonato Brasileiro – o clube ficou no cheirinho mais uma vez na temporada com a segunda colocação na tabela de classificação.