O GOLEIRÃO

Na nova era Dunga, Jefferson deverá ser, com toda a justiça, o titular da Seleção, mérito absoluto por seu talento e regularidade. As suas grandes atuações já levaram o Botafogo a disputar e vencer títulos e, este ano, evitam vexame muito maior. Mesmo com salários em atraso, tem resistido a jogar a toalha e forçar uma transferência. Pelo que se sabe, está disposto a dar um crédito de confiança ao clube até o fim do ano. É um profissional exemplar, que respeita o Botafogo.

Fonte: Coluna do Márcio Guedes - O Dia Online