Um dos 11 jogadores que não terão seu contrato renovado, o meia-atacante Lulinha mostrou-se incomodado com a postura da diretoria do Botafogo na condução do caso. Ele foi um dos atletas que foram comunicados da “dispensa” ainda nos vestiários do jogo contra o América-MG, no último sábado, pelo gerente de futebol Antônio Lopes.

– Fiquei chateado com a postura do Botafogo. Ainda no vestiário, após a partida contra o América-MG, dirigentes do clube me chamaram junto com outros atletas e nos informaram que não estávamos nos planos do clube para a próxima temporada. Respeito a decisão do Botafogo de não querer contar com o meu trabalho, mas acho que eles poderiam ter um pouco mais de respeito com os jogadores que contribuíram diretamente para o acesso e o título da Série B. Sempre trabalhei com seriedade, dedicação e honrei com muita luta a camisa do clube. Fico triste pela forma como fizeram e pelo momento, mas não vou permitir que esse episódio apague a bonita história que construí no clube – disse Lulinha ao Globoesporte.com.

Com três gols e uma assistência em 20 jogos na temporada, Lulinha agradeceu ao Botafogo e diz que sai de cabeça erguida.

– Saio daqui com a cabeça erguida e feliz por ter feito parte desse grupo que colocou o Botafogo no lugar de onde nunca deveria ter saído. Aproveito para agradecer o trabalho e o suporte de todos os profissionais do futebol, que sempre nos trataram com muito carinho e respeito ao longo do ano. Agora vou descansar com a minha família e decidir com calma meu futuro junto com meu empresário – completou.

Fonte: Globoesporte.com