O técnico Oswaldo de Oliveira mostra cada vez mais confiança no Botafogo na conquista da vaga na Taça Libertadores. Mesmo com o time em quinto lugar no Campeonato Brasileiro, ele acredita na classificação e sequer planeja secar a Ponte Preta na final da Copa Sul-Americana contra o Lanús, da Argentina.

Caso a Ponte Preta conquiste o título da competição, garante uma vaga na Libertadores. Com isso, apenas os três primeiros colocados do Campeonato Brasileiro se classificarão para a competição sul-americana, dificultando a vida do Botafogo.

– Vou torcer para a Ponte Preta. Independentemente do resultado desse confronto, se fizermos a nossa parte, temos chances de classificação. É um clube brasileiro, dirigido por um amigo (Jorginho) – afirmou Oswaldo.

Domingo, o Botafogo enfrenta o Coritiba, no Couto Pereira. Se vencer, automaticamente passará ao grupo dos quatro primeiros colocados. Caso o Atlético-PR ainda sofra uma derrota contra o Santos, pulará para terceiro lugar. Na última rodada, o confronto é com o Criciúma, no Maracanã.

– Minha intuição é sempre muito otimista, penso e trabalho para cima. Do ponto de vista prático e espiritual, é importante. Parte de mim essa motivação e não falo em intuição, falo em possibilidades e elas são grandes de conseguirmos a vaga na Libertadores – disse o treinador.

O Botafogo não disputa a Libertadores desde 1996. O time tem 58 pontos. Atlético-PR e Grêmio, com 61, e Goiás, com 59, ocupam as vagas no G-4 neste momento ao lado do campeão brasileiro Cruzeiro.

Fonte: Globoesporte.com