No Campeonato Brasileiro, o Botafogo não consegue repetir o time competitivo do Carioca, quando chegou à final, contra o Vasco. A constatação é do técnico Ricardo Gomes, que atribui o mau desempenho às mudanças constantes que vem sendo obrigado a efetuar na equipe, por conta das lesões.

Com uma semana para trabalhar, antes da partida diante do Vitória, no domingo, às 11 horas (de Brasília), o treinador alvinegro espera corrigir os defeitos apresentados nas primeiras rodadas e contar com o retorno de algumas peças importantes para a equipe.

O volante Aírton e o lateral esquerdo Diogo Barbosa já estão treinando normalmente e devem retornar diante da equipe baiana. Ricardo Gomes espera que o zagueiro argentino Joel Carli e o volante Rodrigo Lindoso também tenham condições de jogo. O comandante acredita que a saída dos dois atletas, por causa de lesões, causaram uma queda de rendimento no setor defensivo.

O lateral-direito Luis Ricardo, que não enfrentou o Santos, na derrota por 3 a 0, também deve ser liberado pelo departamento médico. Com a volta desses jogadores, Ricardo Gomes acredita que o rendimento do time vai subir bastante.

Quem também pode ser novidade é o goleiro Sidão, contratado ao Audax, vice-campeão paulista, que está na reserva de Helton Leite. O atual titular vem sendo contestado por parte da torcida, mas Gomes não tem certeza de que Sidão está pronto para ocupar o posto, uma vez que nunca foi titular de uma equipe da elite do futebol nacional. Ricardo vai avaliar a questão com a comissão técnica.

O treinador voltou a assumir a responsabilidade pelos maus resultados neste início de Campeonato Brasileiro. Ele disse que não é justo cobrar de jogadores que entram na equipe sem entrosamento e não rendem o máximo que podem. “Desde o Carioca, nunca mais encontramos o nosso time, a nossa defesa. Sem entrosamento há um déficit nas horas decisivas”, afirmou Gomes.

Fonte: Gazeta Esportiva