Depois de duas cirurgias no braço esquerdo e mais de 400 dias longe dos gramados, Jefferson retornou à meta do Botafogo no último domingo (9), diante do Atlético-MG, no Estádio Nilton Santos. ​ Nos bastidores, o ídolo alvinegro contou com uma espécie de “força-tarefa” para voltar da melhor maneira possível.

Um dos responsáveis pelo retorno triunfal de Jefferson é Flávio Tênius, preparador de goleiros do Botafogo. Velho conhecido do ídolo, com quem trabalhou desde os tempos de Cruzeiro, Flávio Tênius voltou a General Severiano em agosto de 2016 – o profissional havia sido demitido em 2014, na gestão de Maurício Assumpção.

Após a partida que marcou o retorno de Jefferson, Flávio Tênius, que acumula passagens por Corinthians, Flamengo, Cruzeiro e Vasco, conversou com a reportagem do Esporte Interativo e falou sobre a felicidade do goleiro depois da boa atuação diante do Atlético-MG.

Flávio Tênis ainda revelou que foi procurado por Tite, atual técnico da seleção brasileira. Porém, ressaltou que depois da segunda cirurgia do goleiro, não recebeu mais “sondagem”.

“Antes da segunda cirurgia, ele (Tite) sondou a situação de Jefferson. Depois da segunda cirurgia não rolou nada. Mas ele tem bons goleiros à disposição. Mas depois desse jogo de hoje, ele deve ligar para gente de novo (risos)”.

Feliz com o trabalho bem feito e realizado, Flávio Tênius ainda falou como foi o clima no vestiário do Botafogo.

“Acho que em um momento desse passa só agradecimento. No vestiário também todo mundo ficou muito feliz. De repente sou a ponta no trabalho final. É um trabalho diário. Todo mundo foi importante. Ele entende isso e é muito grato. Desde a preparação física até os demais preparadores de goleiros. Ele é muito grato e tranquilo também. Eu pedi isso para ele antes do jogo. Falei que ele não deveria mostrar nada para ninguém. Foi legal isso. A gente entende que ele estava com um friozinho na barriga. Eu tenho uma ligação com ele desde garoto. Peguei ele aos 17 anos no Cruzeiro. Ganhamos três títulos. A minha história com ele é longa. Depois que a recuperação, nessa segunda cirurgia, estava saindo muito bem, deu mais tranquilidade para a gente.”

Fonte: Esporte Interativo