Para um time que está na quinta colocação no Campeonato Brasileiro e passou 29 rodadas no G-4, passar três jogos sem perder não deveria ser algo tão raro. No entanto, no segundo turno da competição, o Botafogo conseguiu o feito pela primeira vez ao empatar por 1 a 1 com o São Paulo, no domingo passado, no Morumbi.

No Campeonato Brasileiro, o Botafogo chegou a ostentar uma série de oito jogos de invencibilidade no primeiro turno. Depois da queda, tenta se reerguer na reta final em busca da vaga na Taça Libertadores do ano que vem.

No domingo, o Botafogo entra em campo para enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira. Uma vitória recoloca o time no grupo dos quatro primeiros. Na última rodada, o adversário será o Criciúma, no Maracanã.

– Nas últimas três rodadas, o time conseguiu assumir o ritmo de jogo que tinha anteriormente. Vejo os mais experientes atentos e menos sensíveis a uma oscilação. Agora, todos conseguiram esse contágio, e o crescimento coletivo ajudou os mais jovens. Todos estão muito motivados – disse o técnico Oswaldo de Oliveira.

Na temporada, o Botafogo não ficava três jogos sem perder desde uma série de seis jogos entre os dias 28 de agosto e 15 de setembro. A expectativa é de um confronto complicado contra o Coritiba, que briga para não ser rebaixado.

– O Coritiba viveu dois momentos bem diferentes na competição. Chegou a dividir a liderança com Botafogo, Cruzeiro e Vitória, mas depois não resistiu. Pelo que tem de passado e os valores individuais, é um time perigoso, que conta com o Alex, um jogador diferente, que destoa – comentou Oswaldo.

Fonte: Globoesporte.com