O Botafogo tem feito um ótimo trabalho na base, principalmente quando o assunto é atacante. No elenco profissional, o técnico Ricardo Gomes conta para a posição com os jovens Ribamar e Luiz Henrique, crias do Alvinegro. E mais uma promessa tem chamado a atenção, na equipe sub-20 do clube. Trata-se de Pachu, o Prata da casa que vale ouro desta semana.

Quem te influenciou a jogar futebol?

“Minha mãe que me influenciou a jogar futebol. Quando eu era bem jovem com 7 anos, ela me colocou em uma escolinha perto da minha casa. Lá começou tudo”.

Conta como foi a sua trajetória até chegar no Botafogo?

“O meu empresário me viu jogando na escolinha que minha mãe me colocou e me levou para o Boavista, onde ele gerenciava a base. Lá eu fiquei um tempo treinando para aprimorar a parte física e técnica, já que eu nunca atuei em clube. Depois fui para o Flamengo, onde joguei por um ano e acabei dispensado. Em 2013 eu cheguei no Botafogo”.

E por quê atacante? Foi uma opção sua ou de algum treinador da base?

Eu fui meio-campo até chegar no Botafogo. Um treinador falou que eu protegia a bola bem e perguntou se eu gostaria de jogar no ataque, já que o titular estava machucado. Eu topei e marquei gols em onze partidas consecutivas”.

Quem é a sua inspiração no futebol?

“Eu gosto muito do Ibrahimovic e do Benzema, me inspiro muito neles”.

Você tem contato com o Ribamar e com o Luiz Henrique?

“Sim, estavam comigo no ano passado e eles subiram. Me espelho muito neles, já que o profissional olha muito para a base. Outro grande amigo, é o Leandro que a cada dia está se firmando. Eu me espelho sim neles e estou trabalhando por uma oportunidade”.

Já se sente preparado para uma oportunidade nos profissionais?

“Me sinto preparado e espero uma oportunidade. Trabalho para isso e torço para que eu esteja sendo observado”.

Pensa em jogar na Europa?

“Gostaria de jogar na Itália, gosto muito dos times italianos, como a Juventus, a Roma e o Milan”.

Se apresente para os torcedores alvinegros e fale das suas qualidades.

“Eu tenho uma boa técnica, faço bem o pivô, finalizo bem e por ter sido meia, tenho facilidade em sair da área para dar um passe. Estou trabalhando firme para dar muitas alegrias para a torcida maravilhosa do Fogão”.

O atacante Pachu é titular da equipe sub-20 do Botafogo. O jogador tem 1,85 m e 85 cm de altura, 77 kg e foi campeão recentemente da Taça Guanabara da categoria.

Fonte: Super Rádio Tupi