O Botafogo era um dos postulantes ao rebaixamento, mas emplacou uma série de vitórias, garantiu-se na elite e ainda conquistou uma vaga na Libertadores do ano seguinte. A frase anterior se refere à equipe de 2016 que, sob o comando de Jair Ventura, alcançou uma arrancada espetacular e viu o seu treinador ser apontado como a revelação daquela temporada.

A mesma frase anterior também encaixaria perfeitamente para o atual grupo do Botafogo. A exceção, claro, é a definição por uma vaga na próxima Libertadores. A três rodadas do fim, o Alvinegro vem de quatro vitórias consecutivas e tenta ampliar essa marca para continuar vivo na luta pela competição internacional.

“Difícil uma vaga para a pré-Libertadores. São muitos confrontos diretos, temos Santos e Atlético-MG fora, mas adversários também têm jogos difíceis. Temos que pensar no Santos. Se vencermos, aí sim, e se os resultados ajudarem, poderemos pensar. Mas estamos na zona da Sul-Americana e faremos o possível para pelo menos nos mantermos ali. Se chegar na última rodada com chances, faremos todo o possível”, disse o técnico Zé Ricardo.

A arrancada de 2016 tem semelhanças com a atual também nos números. Jair Ventura assumiu o Botafogo em agosto e nos 20 jogos restantes do Brasileiro conquistou 12 vitórias, um aproveitamento de 66,6%. O grupo atual conquistou contra o Inter o sexto triunfo em 11 duelos. Isso é, conquistou 54,4% dos pontos em disputa.

“É importante para tudo na vida. Certamente clube grande como Botafogo passando aquele momento difícil perto do rebaixamento incomoda todo mundo. Certamente as coisas não ocorrem como gostaria, mas quem trabalha sério sempre acaba colhendo algo de bom. Esse grupo merecia esse respiro. Vamos trabalhar para quarta-feira e tentar trazer três pontos de Santos. Confronto direto, mas não impossível, esse grupo mostrou que é capaz de coisas grandes”, completou o treinador alvinegro.

Apesar da empolgação, a conquista da vaga na Libertadores é difícil. Isso porque com a vitória sobre o Inter, o Botafogo chegou aos 47 pontos e pulou para a 10ª posição do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está a seis do Atlético-MG, último time a se classificar para a Libertadores. O time volta a campo na quarta-feira, quando mede forças com o Santos, na Vila Belmiro.

Fonte: UOL