O zagueiro Dória, de 19 anos, tem sido um dos destaques da temporada do Botafogo. Segundo o ele, um dos motivos para sua evolução ao longo do ano (começou mal e foi subindo de produção ao longo do Carioca, até se firmar de vez como titular) foi a influência do companheiro de zaga. Quatorze anos mais velho, Bolívar, que desfalcou o Alvinegro no empate com o São Paulo, na rodada passada (suspenso), passou segurança ao garoto que, confiante, acumulou boas atuações.

– O Bolívar é um cara que me adotou aqui. Eu me identifiquei bastante com ele, não tem nem o que falar. Se for elogiá-lo, vou ficar o dia todo. Me dá segurança ali na zaga. O Dankler foi superbem contra o São Paulo. O Bolívar passa um pouco da experiência dele também para fazermos o nosso papel.

Com 58 pontos, o Botafogo se garante no G-4 ao fim do campeonato se vencer seus dois últimos jogos, contra o Coritiba, neste domingo, no Paraná, e Criciúma, dia 8 de dezembro, no Maracanã. Ambos os adversários lutam para escapar do rebaixamento, o que, na opinião de Dória, só faz dificultar a tarefa alvinegra nesta reta final.

– Acho que não tem muita diferença (entre Coritiba e Criciúma). No futebol, cada jogo tem uma surpresa. Toda equipe que entra em campo entra para vencer, não tem relaxamento. Sabemos da dificuldade do Brasileiro. Claro que as equipes que estão lá em baixo encaram com um valor a mais do que quem não briga por nada. Independentemente da equipe que for, sabemos que estamos preparados para alcançar os objetivos – declarou o jovem zagueiro.

Por fim, Dória lembrou as dificuldades vividas pelo grupo de jogadores alvinegros ao longo do ano e destacou que a grande virtude deste elenco está na união.

– Formamos uma família aqui dentro. Muitos clubes têm uma panela comandada por um jogador, aqui não. Aqui cada um tem oportunidade de opinar sempre. A questão negativa eu não sei bem. Sei que fazemos tudo que podemos para ser positivo. O lado salarial foi complicado, mas não deixamos a peteca cair. Algumas equipes poderiam largar, mas nós vimos que unidos poderíamos chegar longe. Estamos buscando essa recompensa agora – finalizou.

A bola rola para Coritiba x Botafogo às 17h deste domingo, no estádio Couto Pereira, na capital paranaense. Uma vitória simples põe o Alvinegro, atual quinto colocado, de volta no G-4. Grêmio e Goiás, equipes que aparecem logo acima, se enfrentam também domingo, em Porto Alegre.

Fonte: Globoesporte.com