Atual campeão carioca, o Botafogo não estreou bem e ficou apenas no empate por 1 a 1 contra o Resende, no sábado. Mas Eduardo Hungaro aponta o gramado do Raulino de Oliveira como uma das maiores barreiras para uma boa exibição da equipe. Na visão do técnico, o campo irregular em Volta Redonda atrapalhou o toque de bola alvinegro.

– O gramado não estava nada bom. A valorização da competição passa muito por isso também. As equipes precisam de gramados melhores para jogarem um bom futebol. No domínio e passe ficou um pouco mais difícil por conta da irregularidade do gramado. Até por isso ele (Lucas) sofreu a torção – comentou.

Sobre Lucas, que precisou sair após pisar em falso, o técnico fez muitos elogios. Eduardo Hungaro ficou satisfeito com o comprometimento do lateral-direito, que ainda tentou seguir na partida.

– O Lucas teve uma leve torção. Comprometido como é, um jogador de grande nível, tentou ir até onde ia, mas teve um momento que não deu mais. Acredito que não exista um problema maior – disse.

Fonte: Lancenet!