Xodó da torcida do Botafogo, o atacante Erik participou nesta quarta-feira do programa “SBT Esporte Rio”, do SBT, num bate-papo para lá de descontraído capitaneado pelos jornalistas alvinegros Pedro Certezas e Fernanda Maia. O jogador mais uma vez mostrou todo seu carinho pelo clube, ao qual está emprestado pelo Palmeiras até o fim do ano.

– Tenho que agradecer aos torcedores pela forma como me trataram desde o primeiro dia, na estreia contra o Sport, quando o clube passava por um momento muito difícil. Vivi e vivo cada dia com muita intensidade aqui no Botafogo e aí juntou tudo, pai apaixonado pelo clube… Todos os dias você se apaixona por algo diferente aqui, como foi na despedida do Jefferson. É uma química perfeita – disse Erik.

O atacante entrou até na brincadeira sobre o técnico Eduardo Barroca, apelidado pelos torcedores como “Gordiola”, mas evitou dar coro às zoações com a forma física do comandante alvinegro, elogiando muito sua forma de conduz o elenco do Botafogo.

– Essas brincadeiras vocês fazem, mas o bicho é brabo, o bicho é bom (risos), tem uma cobrança muito boa que nos faz crescer jogo a jogo. É um treinador da nova geração que tem muita vontade de vencer, ele falou que era a oportunidade da vida dele e vem provando isso jogo a jogo. Eu já tive essa experiência no futebol e vi que os treinadores têm pouco tempo para trabalhar. Sou a favor de um treinador ficar 10, 20 anos no mesmo clube – disse.

Erik falou ainda sobre as brincadeiras envolvendo seu nome de torcedores do Palmeiras pedindo seu retorno por conta do pedido de anulação do jogo contra o Botafogo. O Alvinegro alega que as regras para o uso do VAR foram descumpridas, e o caso será julgado pelo STJD:

– Invadiram as minhas redes sociais falando para eu retornar, alguns brincaram que iriam me mandar para o Vasco, mas é uma brincadeira boa… Falaram que ia mandar para a Série C, para a Série D… Sabia que poderia retornar a qualquer momento, está previsto no contrato, mas no meio dessa conversa toda tive noção de que há pessoas cuidando dessa parte (anulação do jogo). Estou muito feliz aqui dentro. Para os torcedores que pediram minha volta, vale pensar no Erik ser humano. Por enquanto, me deixa aqui tranquilo.

Veja outros pontos da entrevista:

ZÉ RICARDO X EDUARDO BARROCA
“Torcedor vai mais para o lado da emoção, mas o atleta vive o dia a dia. Passamos momentos muito bons com o Zé, mas às vezes no futebol as coisas não acontecem. O Barroca veio, descobrimos um talento da nova geração, e a mudança acabou sendo boa para o clube.”

FUTURO
“É claro que temos objetivos na carreira. Desde o momento que vesti essa camisa as coisas aconteceram com muita intensidade, e deixei claro que viveria cada dia de uma forma especial. Gosto de chegar cedo, de viver cada detalhe aqui, conheço todos os funcionários. Quem sabe futuramente a gente possa construir uma história linda juntos, mas o futuro da gente… Tenho objetivo de jogar na Europa, tenho 24 anos, mas espero dar muitas alegrias aqui ainda.”

VOLTA AO BOTAFOGO
“Dessas partes contratuais quem cuida são meus empresários. A partir do momento em que eu saí do Palmeiras, eles podem a qualquer momento solicitar meu retorno, mas desde o começo meu objetivo sempre foi estar aqui. Ano passado tive propostas de outros países, mas meu desejo era tão grande de vir para cá que as coisas deram certo. Eu retornei lá para a pré-temporada, fiz uma grande pré-temporada, respeitei a camisa do Palmeiras, mas praticamente implorei com os diretores para estar aqui. Minha vontade era de estar vestindo essa camisa, com amor, ser protgonsita. Quando se tem amor, a probabilidade das coisas darem certo é muito grande.”

Fonte: Redação FogãoNET