Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Grandes dividirão apenas R$ 3 milhões da Record no Carioca e apostam no pay-per-view

24 comentários

Compartilhe

Estádio Nilton Santos Engenhão - Botafogo - Campeonato Carioca Cariocão
Reprodução/CariocãoTV

Se antes a Globo pagava R$ 120 milhões para transmitir o Campeonato Carioca em todas as plataformas, em 2021 as cifras caíram bastante. Segundo o blog do Rodrigo Mattos, do “UOL”, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco vão dividir apenas R$ 3 milhões do contrato da Record.

A emissora paulista pagou R$ 11 milhões pela transmissão em TV aberta do Estadual este ano. Desse montante, R$ 6 milhões são para geração de imagens e produção das transmissões, 10% (R$ 1,1 milhão) ficam com a Ferj e 8% (R$ 880 mil) com a Sportview, empresa contratada para tocar o novo modelo.

A grande aposta para faturar mais é o pay-per-view. Até agora, foram vendidos cerca de 80 mil pacotes pelas operadoras de TV por assinatura. Os clubes grandes dividem 60% do valor arrecadado – o que dá pouco mais de R$ 6 milhões -, proporcional ao tamanho das torcidas.

Ainda há a venda pelos canais dos clubes, mas os valores arrecadados ainda não foram revelados. Neste caso, os clubes grandes devem destinar 10% do faturamento para os de menor investimento.

“O contrato de TV aberta faz parte de um novo plano comercial de transmissão. Ao contrário do modelo anterior em que o aporte era de um só caixa, o atual amplia as fontes e, aparentemente, dilui os valores, que, numa estimativa total, terá cifras satisfatórias. É preciso somar ainda as receitas de pay-per-view, mobile, TVs dos clubes, entre outras. O olhar micro pode dar essa sensação, mas a visão futura é o caminho dos moldes dos direitos de transmissão no Brasil”, pontuou a Ferj.

Fonte: Redação FogãoNET e Blog do Rodrigo Mattos (UOL)

Comentários