Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo
BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa
POR

Gustavo Bochecha enxerga empréstimo pelo Botafogo com bons olhos: ‘Quero e preciso jogar’

comentários

Compartilhe

Gustavo Bochecha, do Botafogo, volta a ser elogiado por Eduardo Barroca, técnico do Coritiba
Vitor Silva/Botafogo

Campeão brasileiro sub-20 em 2016 pelo Botafogo e tido como uma das principais revelações recentes, o volante Gustavo Bochecha não está sendo aproveitado e a diretoria alvinegra procura um clube para emprestá-lo. O jogador enxerga essa oportunidade com bons olhos, após atuar apenas nos dois primeiros jogos deste ano no Carioca, quando o clube usou uma equipe alternativa.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

– Os maus resultados no começo do Carioca acabaram pesando contra mim. Com relação a uma possível saída, eu quero e preciso jogar. Quero recuperar a boa sequência que vinha tendo no ano passado, pois sei que vou evoluir e me destacar nesta temporada. É o meu momento – afirmou Bochecha, em entrevista ao site Globoesporte.com.

O volante teve no ano passado uma temporada de afirmação no Botafogo, tendo atuado em 32 jogos e feito seu primeiro gol pelos profissionais, mas acabou perdendo espaço depois da troca de Eduardo Barroca por Alberto Valentim no comando da equipe.

– Foi uma temporada de muito aprendizado e onde pude evoluir como atleta e pessoa. Vinha numa sequência boa. Individualmente, fiz bons jogos. Infelizmente, os resultados não foram satisfatórios e então o professor resolveu me tirar. Respeitei a decisão dele e continuei trabalhando, mas aquele era o momento em que eu estava conseguindo crescer e evoluir em alguns aspectos. Receber o carinho da torcida para mim foi valioso demais. Sempre entrei em campo por eles – explicou Bochecha, acrescentando:

– Voltei em dois jogos extremamente difíceis contra Cruzeiro e Santos (em novembro). Em seguida, tive uma contusão em um treino que me afastou do final do Brasileiro. Tenho certeza que poderia e posso ajudar muito.

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com

Comentários