Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Hungaro encara dilema para escalar time contra o Vasco: titular ou reserva?

0 comentários

Compartilhe

Oitavo colocado na tabela de classificação do Campeonato Estadual, com apenas uma vitória em quatro jogos, o Botafogo volta a campo amanhã, às 19h30, no clássico contra o Vasco, mas com a cabeça no jogo da próxima quarta-feira, pela primeira fase da Copa Libertadores. Por isso, o técnico Eduardo Hungaro vive um dilema.

Apesar de precisar da vitória contra o rival para não ficar muito distante dos quatro primeiros colocados que se classificam para a próxima fase do Carioca, o treinador também tem de agir com prudência para não expor o time antes da partida mais importante, contra o Deportivo Quito, no Maracanã.

O goleiro Jefferson afirmou que a equipe que enfrenta o Gigante da Colina, no Maracanã, ainda não está definida, o que aumenta o clima de mistério e em General Severiano.

– Esperamos uma conversa para ver quem vai entrar (contra o Vasco). Vamos entrar fortes. A viagem (de Quito) foi desgastante, mas todo mundo está pronto. Talvez possamos ser poupados. Vamos ver o que é melhor no planejamento, já que o jogo de quarta-feira é importantíssimo e precisamos estar muito preparados. O Botafogo vai forte para o clássico, mas o pensamento de todos é em passar do Deportivo Quito – disse o camisa 1, que promete entrega total do grupo contra o Vasco, apesar da atenção com a Libertadores:

– Faremos o que for melhor para o Botafogo. Conversamos da importância das duas competições (Carioca e Libertadores). O clube fez um planejamento no início do ano e vamos seguir. Independentemente do time que entrar em campo, não pode faltar raça e coração.

Um fato curioso é que o time reserva ainda não venceu nenhum jogo oficial neste ano. Foram dois empates e uma derrota, sofrida no domingo, para a Cabofriense, por 2 a 1.

Comentários