Como vem acontecendo nesta semana, a sexta-feira (26) foi de muito trabalho no Botafogo. No CEFAT, em Niterói, o elenco alvinegro treinou por pouco mais de duas horas. Após as atividades, o atacante Sassá e o lateral direito Luis Ricardo trocaram a bola pela pipa. A imagem chamou a atenção dos jornalistas.

Após o treinamento, o técnico Jair Ventura concedeu entrevista coletiva e confirmou o que todos desconfiavam: o clima é o melhor possível.

“Vocês sabem que quando as coisas estão bem fora do trabalho ele flui de uma maneira melhor. Então é importantíssimo estarmos vivendo um bom momento fora também, com família, saúde, todo mundo bem, para traduzir isso no melhor resultado no trabalho”.

Nesta semana, os treinos do Botafogo foram marcados pela intensidade. Entretanto, Jair Ventura garantiu que a parte téorica não fica de lado.

“A gente conversa bastante, tivemos nosso treino na sala com vídeo, mostrar nossos acertos e coisas a melhorar. Vamos sempre treinar não só em campo, mas conversando com um ou outro, tentando passar a todos a importância do grupo. Ontem estava até falando com o Felipe (Tigrão), teve um treino que estava trabalhando mais com os que não vêm jogando, e os titulares ficaram meio assim”.

Em setembro, o Botafogo vai enfrentar uma maratona de jogos. Em 27 dias, serão nove confrontos. Em cima disso, Jair Ventura garante que a comissão técnica já se planeja para encarar essa sequência de partidas.

“A gente fica triste porque vai entrar nessa sequência. Não é que você ter uma semana cheia de trabalho vai vencer, mas facilita bastante pelo menos você conseguir passar a ideia para os seus atletas desenvolverem em campo. Isso vai acabar um pouco agora, a gente vai trabalhar mais na sala com os vídeos, mais no papo porque você quase não poderá ir a campo. Mas faz parte”

Confira abaixo a coletiva de Jair Ventura na íntegra:

Vai priorizar alguma competição no restante da temporada?

Não. O Botafogo é time grande e tem que entrar para ganhar todas as competições possíveis.

Pretende fazer rodízio para encarar a sequência de jogos?

“Hoje se vocês repararam o Pimpão estava com um desconforto no treino, e vai ser assim. A gente vai com os jogadores que estiverem na melhor condição para cada jogo”.

Foco na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro?

“A gente trabalha jogo a jogo, a importância de vencer a próxima partida para se distanciar o mais rápido possível da zona de rebaixamento. Você vê, fizemos dois bons jogos, vencemos, e estamos só com três pontos da zona. Então não pode ter zona de conforto. Essa descontração depois do treino beleza, tem total liberdade de fazer, mas dentro de campo é muito trabalho e vai ser assim até o fim”.

O que falar da dupla Neilton & Sassá?

“A amizade deles é uma coisa bem forte. O grupo todo é muito unido, lógico que uns têm uma amizade maior, e essa dupla vem casando bem. Também fora do campo estão sempre juntos, brincando, são garotos, né? Têm 22 anos, muito jovens, mas dentro de campo super profissionais, dedicados. Espero que essa dupla ainda possa ajudar bastante o Botafogo”.

Fonte: Esporte Interativo