Jean e Biro Biro lideram o Flu, e Bolívar é o destaque do Bota

Compartilhe:

DIEGO CAVALIERI – GOLEIRO
Sem culpa no gol do Botafogo. Mostrou a habitual segurança e agilidade nas reposições de bola, gerando jogadas ofensivas de perigo.
Nota: 6,5

RAFINHA – LATERAL-DIREITO
No primeiro tempo deu muito espaço na defesa, onde o Botafogo criou as melhores chances. Ofensivamente também mal foi notado. Logo no início da etapa final criou boa jogada que quase resultou em gol, mas continuou mal atrás.
Nota: 5,0

GUM – ZAGUEIRO
Mostrou ingenuidade no lance do gol do Botafogo ao não acompanhar Rafael Marques. Esteve inseguro na saída de bola também errando lançamentos e recebeu cartão por falta violenta.
Nota: 4,5

LEANDRO EUZÉBIO – ZAGUEIRO
Assim como Gum, falhou no gol do Botafogo, mas ainda no primeiro tempo salvou o Fluminense em lance de muito perigo. Também recebeu cartão por falta violenta
Nota: 5,0

CARLINHOS – LATERAL-ESQUERDO
Assustou os tricolores em duas pixotadas na defesa ainda no começo do jogo. Aparecia pouco no ataque até sair com lesão.
Nota: 5,0

RONAN – LATERAL-ESQUERDO
Teve tempo, mas pouco se destacou. No segundo tempo só foi visto após um chute bizarro na entrada da área.
Nota: 5,0

EDINHO – VOLANTE
Bem como sempre na marcação. Na saída de bola fez o básico sem se arriscar errando poucos passes.
Nota: 6,0

JEAN – VOLANTE
No primeiro tempo um passe perfeito para Biro Biro abrir o placar e outra bela enfiada deixando o mesmo Biro na cara do gol. No segundo tempo manteve o bom nível tentando fazer a ligação com o ataque.
Nota: 7,5

FELIPE – MEIA
Peça praticamente nula no primeiro tempo, quando mal foi notado em campo. Melhorou na etapa final, mas não a ponto de se destacar como nas últimas partidas.
Nota: 5,5

RHAYNER – ATACANTE
Entrou para dar mais velocidade ao ataque, mas não teve bom rendimento.
Nota: 4,5

WAGNER – MEIA
Movimentou-se bem na etapa inicial e quase deixou a sua marca ao desviar chute de Biro Biro. No segundo tempo deu uma caída até sair lesionado.
Nota: 6,5

DIGUINHO – VOLANTE
Entrou e fez o básico sem comprometer.
Nota: 6,0

BIRO BIRO – ATACANTE
Grande jogo. No primeiro tempo mostrou categoria ao abrir o placar e ainda conseguiu boas jogadas com sua velocidade. Mas ao mesmo tempo perdeu grande chance em chute bisonho de canhota. No segundo caiu um pouco de produção, mas ainda foi a vávula de escape.
Nota: 7,5

RAFAEL SOBIS – ATACANTE
Muita raça, mas acabou desperdiçando duas boas chances, uma em cada tempo. No primeiro não esperava que a bola fosse sobrar limpa após furada de Jefferson e errou. No segundo outra cabeçada errada apesar do espaço.
Nota: 6,0

Header Botafogo (Foto: Infoesporte)

JEFFERSON – GOLEIRO
Com poucas oportunidades claras durante o jogo, o camisa 1 do Bota não trabalhou muito. Não teve culpa no gol de Biro Biro.
Nota: 6,0

EDILSON – LATERAL-DIREITO
Teve muitas dificuldades na parte defensiva, principalmente com Biro Biro, que caiu a maioria das vezes pelo seu lado. No lance do gol do Flu, não conseguiu acompanhar o atacante. Na parte ofensiva, foi um pouco melhor.
Nota: 5,5

BOLÍVAR – ZAGUEIRO
Assim como Edilson, teve dificuldade na hora de marcar as jogadas em velocidade, mas, na frente, mostrou estrela ao estar no lugar certo para empurrar a bola para o gol e fazer o gol do Bota.
Nota: 7,0

DÓRIA – ZAGUEIRO
Foi bem nos desarmes e deu segurança ao time nas bolas levantadas na área alvinegra.
Nota: 6,5

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Atuação segura, mas sem brilho. Não teve muito trabalho na marcação do lado esquerdo do ataque do Flu.
Nota: 6,0

MARCELO MATTOS – VOLANTE
Fez seu papel na proteção da zaga e se destacou na precisão dos passes: acertou 43 e errou apenas três.
Nota: 6,5

GABRIEL – VOLANTE
Desdobrou-se na cobertura por ambos os lados e auxiliou na marcação na entrada da área.
Nota: 6,0

LUCAS ZEN – VOLANTE
Entrou aos 46 minutos do segundo tempo no lugar de Gabriel.
Sem nota

LODEIRO – MEIA
Correu, lutou, mas novamente pouco conseguiu produzir para a equipe.
Nota: 5,5

OCTAVIO – MEIA
Entrou no lugar do uruguaio aos 38 do segundo tempo e não teve tempo de fazer muita coisa.
Sem nota

SEEDORF – MEIA
O camisa 10 tentou organizar o meio de campo, como de costume, mas assim como tem acontecido nas últimas partidas, teve uma participação discreta e não encantou.
Nota: 6,0

RAFAEL MARQUES – ATACANTE
Movimentou-se bastante e deu opções no ataque, mas teve dificuldades para dar sequência em alguns lances. Participou do gol marcado por Bolívar.
Nota: 6,5

HENRIQUE – ATACANTE
Brigou bastante com os defensores do Flu, mas não conseguiu ser efetivo e criar oportunidades claras. Sua jogada mais bonita foi uma arrancada em velocidade que só foi parada com uma falta cometida por Leandro Euzébio.
Nota: 5,0

GILBERTO – LATERAL-DIREITO
Entrou aos 29 minutos da segunda etapa e teve uma participação discreta, ficando mais limitado a se defender.
Nota: 6,0



Fonte: Globoesporte.com
Comentários