Julio Cesar entende revolta da torcida: ‘Temos que correr mais’

Compartilhe:

A derrota para o Grêmio por 1 a 0 gerou algumas reações negativas da torcida do Botafogo. Durante a partida deste sábado no Maracanã, válida pelo Campeonato Brasileiro, Seedorf foi vaiado e houve ainda cantos de “time sem vergonha”. Não parou por aí: teve também canto da torcida pedindo para o clube voltar a atrasar o salário dos jogadores. Quando o clube estava em dívida com os atletas, o clube vinha bem na competição. Com os pagamentos em dia e a queda de rendimento, os alvinegros não perdoaram.

– O torcedor no estádio tem direito de se manifestar, e entendemos. Estamos numa sequência ruim, tem que ter paciência, correr mais e fazer de tudo um pouco para a vitória voltar. Estamos no G-4 e ainda dá tempo – disse o lateral-esquerdo Julio Cesar à Rádio Globo.

São cinco jogos sem vitória. A última foi contra o Santos, pela 21ª rodada, no dia 15 de setembro. De lá parada cá foram quatro derrotas (Cruzeiro, Bahia, Ponte Preta e Grêmio) e um empate com o Fluminense. 

– Não é só a gente que tem que mudar isso. Estamos chateados, sabemos o quanto a derrota é ruim, mas tem que levantar a cabeça – analisou Rafael Marques.

Com a derrota, o Botafogo segue em terceiro, com 43 pontos. Apesar de estar no G-4, a briga pelo título fica cada vez mais distante.



Fonte: Globoesporte.com e Rádio Globo
Comentários