Em um clássico ele estreou e em outro ele foi decisivo. Contra o Fluminense, no último sábado, Jonathan retornou ao time titular e contribuiu diretamente para a vitória por 1 a 0, no Maracanã, ao cruzar uma bola na medida para Alex Santana. O duelo foi válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

– Estava trabalhando firme para ajudar meus companheiros e graças a Deus saiu a assistência que eu tanto queria. Até brincava que esse ano eu já tinha feito dois gols, mas faltava o cruzamento para o gol. Venho treinando forte todos os dias e escutando a comissão técnica e meus companheiros para evoluir sempre e ajudar o Botafogo, que é o mais importante.

Jonathan teve uma sequência como titular interrompida por conta de uma entorse no joelho direito. Assim, Gilson jogou as duas primeiras partidas em casa pelo Brasileiro e foi bem, o que acirrou a concorrência. Diante do Tricolor, no entanto, o experiente lateral foi quem teve um contratempo (desconforto na panturrilha direita) e deu vez novamente ao garoto de 21 anos.

Desde o primeiro jogo – contra o Flamengo, ainda na Taça Guanabara – até o do  sábado último, Jonathan soma 14 jogos, dois gols e uma assistência, justamente com o cruzamento para o gol do triunfo no Clássico Vovô (assista abaixo).

Ainda no ano passado, Jonathan foi o líder de assistências da equipe sub-20 do Botafogo na temporada – 12 em 36 jogos. A tendência é que ele acentue esse atributo no decorrer de 2019, sobretudo pelo apoio que recebe da torcida.

VALORIZADO

Com passagens por Nova Iguaçu e Internacional e um início promissor no Botafogo, Jonathan possui uma multa rescisória fixada em 7,5 milhões de euros (R$ 32,5 milhões) para clubes do exterior e em R$ 25 milhões para brasileiros.

Fonte: Terra