Nos dois jogos sob o comando de Alberto Valentim no Botafogo um jogador voltou a chamar a atenção em campo. O atacante Luiz Fernando, que vinha tendo atuações apagadas sob o comando de Eduardo Barroca, voltou a ser participativo nas duas partidas sob o comando do novo treinador contra Vasco e CSA. Afinado com Marcinho pelo lado direito, foi dele, inclusive, o chute que resultou em gol contra do zagueiro Luciano Castán na vitória sobre o time alagoano. Contra o Grêmio, no próximo domingo, Luiz Fernando vai tentar manter o bom momento para surpreender o rival.

O último gol do jogador pelo Alvinegro foi na vitória por 2 a 1, em casa, sobre o Athletico-PR, pela 14ª rodada, dia 11 de agosto. Na temporada foram três em 45 jogos. Luiz Fernando não tem sido poupado das críticas ao ataque da equipe pelo pouco poder ofensivo. A chegada de Valentim pode ser uma nova chance de ter protagonismo na reta final da temporada. Titular absoluto ele é um dos atletas com mais jogos pelo Botafogo no ano. O camisa 9 entrou em campo em 45 oportunidades.

Contra o Vasco teve bons números e uma chance de empatar a partida, nos minutos finais. Foram 40 toques na bola, 18 passes certos e duas finalizações, em 90 minutos. Na partida seguinte, contra o CSA, foi substituído no segundo tempo, mas manteve o bom nível participativo. Foram 24 toques, 10 passes certos, cinco cruzamento e a finalização certeira.

O camisa 9 tem atuado como ponta pela direita, lado do campo que tem sido uma boa válvula de escape para o Botafogo, com Marcinho. Os dois trocaram bons passes e foram uma opção interessante ofensivamente.

Velhos conhecidos

Aos 23 anos, Luiz Fernando foi contratado pelo Botafogo no início de 2018 junto ao Atlético-GO. É um dos muitos nomes do elenco que trabalharam com Alberto Valentim na primeira passagem do técnico pelo Glorioso, naquele ano. Foram 20 jogos com o atual comandante: 9 vitórias, cinco empates e seis derrotas, em que marcou dois gols e um conquistou um título Carioca.

A timidez fora de campo, aos poucos foi sendo superada dentro das quatro linhas acompanhando a evolução da equipe de Valentim. O auge do jogador no Alvinegro se deu no Estadual, quando, contra um favorito Flamengo, desbancou a vantagem do empate do arquirrival ao balançar a rede e pôr a mão no nariz – uma alusão ao “cheirinho”, provocação. O gol levou o time à final e se tornou essencial para a conquista do título.

Contra o Grêmio, os dois esperam repetir a parceria bem sucedida e se aproveitar do momento negativo vivido pelos gaúchos, depois da goleada por 5 a 0 sofrida para o Flamengo, na semifinal da Libertadores, na última quarta-feira, no Maracanã. O rival vai ter o primeiro reencontro com a torcida tricolor, após a eliminação e joga pressionado por um bom resultado capaz de melhorar o ambiente.

O jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão será realizado, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena do Grêmio. O Glorioso é 13º colocado, com 33 pontos, enquanto o time gaúcho é sétimo, com 41.

Fonte: Terra