Principal esforço financeiro do Botafogo durante a pré-temporada, Luiz Fernando custou R$ 2,5 milhões aos cofres alvinegros no início do ano. Apesar de boas atuações com o Atlético-GO em 2017, o jovem chegou sem muita expectativa. Mas a realidade é que o investimento se mostrou uma boa aposta, e o atacante foi a contratação de melhor rendimento durante a temporada.

Na última quarta-feira, contra a Chapecoense, foi dele o gol da vitória que praticamente garantiu o Alvinegro na série A. Neste domingo, às 17h, contra o Internacional, ele é novamente umas das principais esperanças da torcida.

— Esse gol valeu muito, para mim e para todo o grupo. Nós sabemos que recebemos algumas críticas e fico feliz de ajudar. Ainda temos mais quatro batalhas, e vamos lutar até o final para quem sabe brigar por coisas maiores — disse Luiz Fernando, que tem 22 anos e contrato até o fim de 2020.

O início foi tímido. Mesmo começando o ano como titular, não conseguiu mostrar seu melhor futebol. Com a chegada de Alberto Valentim, acabou perdendo espaço em um primeiro momento. Só recuperou sua vaga no time principal na reta final do Estadual e demonstrou ter estrela.

Fez seu primeiro gol com a camisa do Botafogo contra o Vasco e, depois, decidiu a semifinal do Campeonato Carioca voltando a marcar contra o Flamengo. Na hora de comemorar, teve até provocação: a timidez tinha ido embora.

Terminando a temporada como titular absoluto, Luiz Fernando tem 51 jogos e sete gols marcados em 2018.

Fonte: Extra Online