O volante Gabriel será forçado a largar o dia a dia de treinos na Academia de Futebol mais uma vez. Após realizar exames de imagem nesta terça-feira, o jogador foi constatado com uma grave lesão muscular no adutor da coxa esquerda e precisará de três a quatro meses de tratamento para voltar aos campos.

A informação foi confirmada, de forma oficial, pela assessoria de imprensa nesta manhã. O camisa 18 se lesionou na última segunda-feira, durante jogo-treino realizado contra o Juventus, na Academia. Num certo momento da atividade, o jogador deixou o campo reclamando de dores.

Após perder grande parte da temporada passada por conta de uma lesão no joelho, que o submeteu a cirurgia e o relegou ao departamento médico por cerca de cinco meses, Gabriel voltou a conviver com o grupo nos trabalhos de campo durante a pré-temporada, inclusive, acompanhando a delegação na viagem ao Uruguai.

Tendo retomado as atividades com bola em fevereiro, Gabriel retornou ao time titular logo na estreia de Cuca, em jogo pela Copa Libertadores, diante do Nacional-URU, fora de casa. Ainda chegou a ganhar oportunidades em outras partidas do Paulistão, mas na estreia do Brasileiro, por exemplo, ficou no banco de reservas.

Na ausência de Gabriel, o Palmeiras poderá contar com Arouca, Thiago Santos, Matheus Sales e Rodrigo para a posição de volante. O último, inclusive, foi contratado na passagem de ano e, recuperado de lesão, pode ter a oportunidade de ser relacionado pela primeira vez nestas rodadas iniciais do Nacional.

Fonte: Gazeta Esportiva