Após superar o Palmeiras em Presidente Prudente, pelo placar de 2 a 0, o Botafogo desembarcou na capital paulista, onde medirá forças com o Corinthians. Nesta sexta-feira, os comandados de Vágner Mancini treinaram  no estádio Conde Rodolfo Crespi, a popular Rua Javari, no bairro da Mooca. Na atividade em domínio juventino, o treinador alvinegro não deu pistas dos titulares de domingo.

Apenas um quarto do campo foi utilizado por Mancini, que protagonizou um treino tático. Fragmentados em dois grupos, os jogadores buscavam acertar um gol “improvisado”, formado por duas estacas. A novidade no trabalho, pautado pelo contato físico, foi o lateral-direito Edílson, que retornou após realizar tratamentos no joelho direito.

O maior problema do técnico é arrumar um substituto para o atacante Émerson Sheik, suspenso. Se optar por manter o esquema 4-3-3, Mancini escolherá o centroavante argentino Juan Carlos Ferreyra,  popular “Tanque”, que iniciou a Copa Libertadores da América titular, sob o comando de Eduardo Hungaro. Porém, o jovem meia Daniel e o experiente articulador Jorge Wagner também aparecem como opções, o que mudaria a configuração carioca para o 4-4-2.

Neste contexto, o Botafogo pode ir a campo com Renan; Lucas, Bolívar, André Bahia e Júnior César; Aírton, Bolatti e Edílson; Wallyson, Zeballos e Juan Carlos Ferreyra (Daniel ou Jorge Wagner). O duelo contra o Timão ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Corinthians, em Itaquera.

Fonte: Fox Sports