Mudanças não alteram estilo, e Oswaldo exalta maturidade

Compartilhe:

Desde o início do ano, o Botafogo vem trabalhando com a conta justa de contratações de reforços. Edilson, Bolívar, Rodrigo Defendi, Julio Cesar e Henrique chegaram ainda na pré-temporada. Agora, na paralisação para a Copa das Confederações, o clube somou Dankler e Elias ao grupo. De saída, em 2013, Márcio Azevedo, Jadson, Fellype Gabriel e Andrezinho.

Essas mudanças, principalmente as negociações de Fellype Gabriel e Andrezinho em junho, pareciam pesar sobre o elenco do Botafogo, que conta cada vez mais com jovens oriundos das categorias de base. O técnico Oswaldo de Oliveira celebra o sucesso do time como um trabalho em conjunto, especialmente dos próprios jogadores.

– Essa é a força da equipe. Os jogadores se ajudam muito. Há um estafe competente, ligado o tempo todo, nos ajudando. Lógico que eu entro no fim para dar o último toque, mas existe esse suporte de muito valor. Já que os jogadores estão decididos a participar bem, isso tem feito a diferença na temporada – comentou Oswaldo.

A maturidade do grupo tem sido exaltado a cada feito e mesmo nos momentos difíceis. Para esse jogo com o Náutico, os jogadores não se concentraram por causa do atraso de salários, de dois meses. Mais uma vez, deram conta do recado em campo.

As dificuldades não se limitam ao lado financeiro. Em campo, o time vem atuando sem uma casa fixa desde a interdição do Engenhão, no dia 26 de março. Em quatro jogos como mandante, foram três sedes diferentes. Oswaldo acredita que quando houver uma estabilidade, o Botafogo pode tirar vantagem.

– São Januário tem a história do futebol do Rio antes do Maracanã. Era aqui que aconteciam as coisas, o grande palco. Meu pai me contava. Foi nosso oitavo jogo no Brasileiro e a sétima praça diferente. A equipe tem uma maturidade e um equilíbrio grandes. Essa experiência vai ser muito útil no futuro – analisou Oswaldo.

Pelo Brasileiro, o próximo jogo será em mais um estádio diferente. O Botafogo atuará pela primeira vez no Maracanã depois de sua reabertura no clássico com o Flamengo, que será o mandante do confronto, dia 28. Antes disso, o time enfrenta o Figueirense, pela terceira fase da Copa do Brasil, quarta-feira, em Florianópolis.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários