A fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone está chegando ao fim, os times estão garantindo vagas nas oitavas de final, mas ainda há muita dúvida na cabeça do torcedor sobre o regulamento. E o FOXSports.com.br, que é a Casa da Conmebol Libertadores Bridgestone, faz questão de esclarecer como funcionará o fim desta fase e o início do primeiro mata-mata até o fim.

O torneio mudou neste ano, mas o formato, entretanto, permanece o mesmo: oito chaves com quatro equipes. As duas melhores passam às oitavas de final. Daí em diante vale o sistema “mata-mata” com os gols fora de casa contando como critério de desempate (menos na final).

CRITÉRIOS DE DESEMPATE FASE DE GRUPOS:

Atenção que aqui tem novidade importante! Os gols fora de casa contam também na fase de grupos e caso tudo esteja igual vai entrar em cena o mesmo ranking usado para definir os potes do sorteio. Ele pode ser consultado aqui.

Na fase de Grupos a classificação será decidida assim:

1 – Pontos ganhos;

2 – Saldo de gols;

3 – Gols marcados;

4 – Gols marcados como visitante;

5 – Posição no Ranking da Conmebol;

Nas oitavas e quartas de final, além das semifinais, valem os mesmos critérios à exceção do ranking. Neste caso haverá disputa de pênaltis.

Na grande decisão, em caso de empate em pontos e saldo de gols, haverá prorrogação e, persistindo o empate, pênaltis.

SORTEIO NAS OITAVAS DE FINAL:

Desta vez o cruzamento das oitavas será definido através de sorteio dirigido. Os primeiros colocados num pote e os ‘segundos’ no outro. A diferença é que não necessariamente o melhor entre os “primeiros” pegará o pior dos “segundos”. Pode até haver cruzamento entre times que estiveram na mesma chave se o sorteio determinar.

Os clubes de melhor campanha na fase de grupos seguem tendo a vantagem do segundo jogo em casa até o fim da competição.

Para as quartas de final e semifinais, não haverá sorteio. Os cruzamentos serão pré-definidos a partir da tabela montada nas oitavas de final. Cada duelo ganhará uma letra de A até H.

É provável que isto seja ordenado de acordo com o desempenho de cada equipe. Por exemplo, melhor campanha letra A, segundo melhor letra B, etc.

Nas quartas de final, o cruzamento será feito desta forma:

Ganhador A x Ganhador H – (S1)

Ganhador B x Ganhador G – (S2)

Ganhador C x Ganhador F – (S3)

Ganhador D x Ganhador E – (S4)

As semifinais terão S1 x S4 e S2 x S3.

Isso acabou com a obrigação de que dois clubes de um mesmo país se enfrentem nas semifinais. Está mais fácil acontecer uma decisão entre dois clubes brasileiros, ou argentinos.

CALENDÁRIO

FaseIdaVolta
Fase de grupos7 de março a 25 de maio
Oitavas de final4 a 6 de julho8 a 10 de agosto
Quartas de final12 a 14 de setembro19 a 21 de setembro
Semifinais24 a 26 de outubro31 de outubro a 2 de novembro
Finais22 de novembro29 de novembro

 

MERGULHANDO FUNDO

A Conmebol tem a direção do torneio e decidirá tudo quanto ao controle e à organização das partidas através de seus oficiais.

Os relatórios dos delegados da Conmebol terão o mesmo peso disciplinar da arbitragem.

Os clubes precisam enviar uma carta antes do primeiro jogo aceitando todas as condições técnicas, administrativas e financeiras da competição.

A inscrição de cada clube na Conmebol Libertadores Bridgestone custa 500 dólares.

Os estádios devem estar a, no máximo, 150 km de um aeroporto, devem ter iluminação e gerador de energia.

Para a fase de grupos, a capacidade mínima é de 10 mil lugares, enquanto nas oitavas e nas quartas sobe para 20 mil, e nas semi para 30 mil. Na final pede-se estádios com 40 mil lugares ou que tenham recebido partidas das Eliminatórias, Copa do Mundo ou Copa América.

É preciso ter wi-fi no vestiário dos árbitros para que o sistema de informações da Conmebol seja imediatamente atualizado.

É proibida a presença de qualquer representante dos clubes no vestiário da arbitragem.

Trinta jogadores são inscritos a partir da fase de grupos, com numeração fixa de 1 a 30. O prazo termina 48 horas antes do primeiro jogo da equipe.

Após a fase de grupos, os clubes podem fazer três mudanças na lista de atletas. Outra mudança, de até três nomes, poderá ser feita antes das semifinais. Jogadores que tenham saído da lista em algum momento podem voltar dentro destas “janelas”.

A qualquer momento da competição um goleiro pode ser substituído na lista de inscritos, desde que seja por lesão comprovada. Este goleiro não poderá voltar mais tarde.

Poderá haver na prorrogação da final uma quarta substituição desde que até lá a FIFA autorize.

Nos jogos entre clubes de um mesmo país, a arbitragem será estrangeira.

Caso a Conmebol queira, poderá adotar os árbitros adicionais (atrás dos gols). Existe também a possibilidade do árbitro de vídeo em algum momento da competição.

Cada cartão amarelo custa ao clube 200 dólares. Três cartões amarelos suspendem o atleta. A partir das oitavas, os cartões são zerados. Se alguém receber o terceiro cartão no último jogo da fase de grupos estará de fora do primeiro jogo da fase seguinte.

O cartão vermelho custa 600 dólares.

Mascotes e crianças estão proibidos na entrada das equipes em campo.

Todos os tipos de fogos de artifício também estão na lista de proibições, que é enorme: armas, vidros, balões a gás, laser, apitos, sombreiros, rolos de papel, faixas que encubram patrocinadores, além de pessoas embriagadas ou sob efeito de “substâncias psicotrópicas”.

Podem ser realizados exames antidoping fora dos jogos.

No banco de reservas, podem ficar até 15 pessoas: 7 jogadores e 8 integrantes da Comissão Técnica.

Os clubes devem chegar à cidade com 24 horas de antecedência e ao estádio com 90 minutos.

Os clubes mandantes devem ceder 2 mil lugares para a torcida visitante. Na semifinal e na final, este número sobe para 4 mil.

Todas as multas serão descontadas do dinheiro repassado pela Conmebol aos clubes advindo de patrocínios e direitos de imagem.

Fonte: Fox Sports