Na ‘estreia’ como titular, Gilberto apresenta principal arma

Compartilhe:

Com apenas 20 anos de idade, o lateral-direito Gilberto assumiu no Botafogo a condição de titular com a fratura no tornozelo esquerdo de Lucas, que vai afastá-lo por três meses. O primeiro jogo nessas condições foi sábado, contra o Náutico, em São Januário, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A sua atuação na vitória por 2 a 0 deixou boa impressão.

Gilberto terminou a partida com seis jogadas de linha de fundo, liderando com folga todos os outros jogadores em campo. Seus companheiros somaram outras sete, e o Náutico fez apenas duas. Essa foi a principal característica apresentada pelo jovem no confronto.

– Sempre parto para cima logo na primeira jogada para ganhar confiança. Assim, consigo fazer o melhor possível no jogo – afirmou Gilberto, que completou 10 partidas como profissional do Botafogo no sábado.

Antes desse confronto, Gilberto chegou a fazer quatro jogos como titular no Campeonato Carioca. No entanto, Lucas estava em condições de jogo, e sua volta ao banco era questão de tempo. Agora, terá mais tempo para mostrar seu futebol e, quem sabe, se firmar.

– Na teoria, é mais tranquilo saber que o professor confiou em mim para ser o titular com essa lesão do Lucas. Mas tenho o Edilson como sombra, que é um ótimo jogador. Vou dar meu máximo para ajudar sempre o time – comentou Gilberto.

Durante o jogo, o lateral tentou uma finalização de longa distância, mas teve uma chance mais clara de gol, dentro da área, quando acabou sendo travado por um marcador antes da definição da jogada. Ele lamentou:

– Dominei quando era para tentar o chute de primeira. Vou trabalhar melhor para acertar na próxima vez – afirmou Gilberto.

O próximo jogo do Botafogo é contra o Figueirense, pela terceira fase Copa do Brasil, quarta-feira, em Florianópolis. Na ida, vitória carioca por 1 a 0.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários