Números explicam fraco desempenho recente do Botafogo

Compartilhe:

As três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro afetaram os, até então, bons números do time alvinegro. Só para se ter uma ideia, na última partida, contra a Ponte Preta, o Botafogo errou 58 passes, recorde negativo da equipe na competição. O ataque, antes inquestionável, fez apenas um gol nos últimos três jogos. A pergunta, então, paira no ar: o que fez o Glorioso cair tão drasticamente de rendimento?

O técnico Oswaldo de Oliveira já declarou que a oscilação no Brasileiro é algo normal. Mas vale lembrar que o treinador lamentou a falta de tempo para preparar o time, em razão do curto intervalo entre as partidas. Com a desgastante rotina de dois jogos por semana, os titulares costumam fazer apenas exercícios regenerativos na academia.

O fraco desempenho do setor ofensivo nos últimos jogos pode ser explicado pela queda de produção de alguns dos principais jogadores do time. Seedorf, Lodeiro e Rafael Marques passam por um longo jejum de gols. O último a marcar foi o atacante, no dia 5/9, na vitória sobre o Coritiba, por 3 a 1, no Maracanã.

Sem procurar culpados, o craque Seedorf acredita que a má fase do Botafogo faz parte da competição. O camisa 10 reforçou o rótulo de “equilibrado” ao Campeonato Brasileiro.

– Temos consciência de que os últimos jogos não foram os melhores. Todo mundo está perdendo de todo mundo. O único time tranquilo é o Cruzeiro. Todos perdem, empatam, vencem. Esse é o Campeonato Brasileiro – disse o holandês, que ainda deu a receita para o Alvinegro voltar a vencer na competição:

– Temos que voltar a fazer o que estávamos fazendo. Vamos tentar somar pontos jogo a jogo.

Contra o Fluminense, nesta quarta-feira, às 21h, no Maracanã, o Alvinegro tem a chance de apagar a má impressão deixada nos últimos jogos. Os números são frios, mas não mentem.



Fonte: Lancenet!
Comentários