Na vitória sem muito brilho do Botafogo sobre o Juazeirense por 1 a 0, na noite de quinta-feira, no estádio de Los Lários, Octávio acabou chamando a atenção. Mas não com lances de efeito: o jovem meia alvinegro provocou as torcidas organizadas após o gol de Neílton, no segundo tempo, e acabou se tornando alvo de muitos xingamentos em Xerém.

Assim que a bola estufou a rede, deixando o Botafogo com a classificação praticamente garantida — já que também havia vencido o jogo de ida, por 2 a 1 — Octávio se voltou para as organizadas e mandou um recado com misto de ironia e desabafo: “Grita mais alto!”. A atitude despertou a ira da torcida, que xingou o jogador até a descida para os vestiários ao fim do jogo.

O técnico Ricardo Gomes, embora tenha elogiado Octávio, fez questão de dar uma bronca no jovem meia, de 22 anos. Para o treinador alvinegro, o episódio não pode acontecer novamente.

— O torcedor vem, compra ingresso, quer o melhor para o time. Se o time não está jogando bem, tem que aceitar a crítica. É um garoto, errou, mas acho que vai conseguir encontrar o melhor caminho. Vou conversar com ele, espero que absorva. Essa atitude em relação à torcida não pode se repetir — avisou.

Ainda na madrugada de quinta para sexta-feira, Octávio usou uma rede social para pedir desculpas aos torcedores. O meia afirmou ter exagerado na comemoração e enalteceu o “sacrifício” dos torcedores que foram a Los Larios, estádio pouco acessível por transporte público.

— Quero pedir desculpas pelo que aconteceu no jogo. Em nenhum momento xinguei a torcida. Sei que exagerei na comemoração. Sou cria da base e sou grato por tudo o que vocês, torcedores, e o clube fizeram na minha vida — escreveu o jogador.

Fonte: O Globo Online