O técnico Felipe Conceição está de saída do América. Ele recebeu proposta e deve assumir o comando do Red Bull Bragantino para a temporada 2020. O Coelho ainda não confirma oficialmente a negociação.

O Superesportes apurou que o treinador estava na mira do clube paulista desde a saída de Antônio Carlos Zago, que deixou o clube paulista para assumir o Kashima Antlers, do Japão, no início de janeiro. Felipe Conceição, inclusive, já teria comunicado a diretoria da decisão. A informação inicialmente foi publicada pelo jornalista Venê Casagrande, do jornal O Dia.

Campeão brasileiro da Série B, o clube paulista volta a disputar a primeira divisão nacional e conta com aporte financeiro da empresa austríaca para montar o elenco que disputará as competições em 2020. O contrato de Felipe Conceição com o Bragantino seria de dois anos.

Felipe Conceição chegou ao América em 2018 para integrar a comissão técnica alviverde como auxiliar e, depois de cerca de um ano em que também foi promovido ao cargo de coordenador técnico, foi efetivado como o comandante da equipe profissional após a demissão de Maurício Barbieri.

Conceição comandou uma incrível campanha de recuperação do clube na Série B na temporada passada. O treinador assumiu o América na lanterna e teve chance de garantir o acesso à Série A até a última rodada, quando acabou derrotado em casa. Na direção alviverde, foram 30 jogos, com 16 vitórias, nove empates e cinco derrotas.

Antes do fim da Segunda Divisão, o América anunciou a renovação com Felipe Conceição. O novo vínculo estava acertado, desde outubro passado, até dezembro deste ano. Ele participou da montagem do elenco e comandou a pré-temporada alviverde no Lanna Drumond desde o início deste mês.

O Coelho estreou no Campeonato Mineiro com empate. No Independência, na última quarta-feira, a equipe saiu na frente, levou a virada e buscou a igualdade em 2 a 2 com a Caldense. Neste sábado, o clube enfrentaria o Villa Nova, em Nova Lima, mas teve o compromisso cancelado por causa das chuvas em Minas Gerais.

A Federação Mineira de Futebol (FMF) queria transferir o duelo do Castor Cifuentes para o Independência, ainda neste sábado. No entanto, a direção do Villa não aceitou a mundança e conseguiu liminar na Justiça para que o confronto não fosse disputado nesses moldes e pediu o adiamento da partida.

Fonte: Superesportes e O Dia Online