Oswaldo admite instabilidade do Bota: ‘Time não se encontrou’

Compartilhe:

A derrota de virada do Botafogo para o Bahia por 2 a 1 deixou Oswaldo de Oliveira consternado. O treinador foi claro e direto ao reconhecer que seu time vive um momento de desequilíbrio. O segundo tropeço consecutivo impediu o Glorioso de encostar no Cruzeiro e fez todo mundo acender o sinal de alerta. Agora, Oswaldo espera que a volta por cima aconteça o mais rapidamente possível. E ao mesmo tempo torce para que esta instabilidade chegue até o rival mineiro.

– Temos de continuar o trabalho e buscar nos fortalecer. Sabíamos que a qualquer momento poderia acontecer este momento de instabilidade. É algo que está acontecendo com a nossa equipe e que é comum em quase todas. O próprio Cruzeiro pode ter. Ainda faltam 15 jogos e nós temos de cuidar da nossa parte para que possamos reagir – afirmou.

Sobre o jogo, Oswaldo reconheceu a atuação ruim do time. Ele lembrou que jogadores como Dória e Gabriel sentiram falta de ritmo de jogo e estiveram abaixo do seu normal. Nem mesmo o bom início de segundo tempo do time fez com que o treinador soltasse algum elogio.

– Não estivemos bem no jogo inteiro. O time não se encontrou. Os que voltaram acabaram sentindo. O retorno do Gabriel eu gostaria que tivesse acontecido um pouco depois, mas a contusão do Renato provocou esse retorno. O Dória foi outro que não esteve bem. Por isso digo que o Bahia venceu com méritos – lamentou.

Após a derrota, o Botafogo segue com 42 pontos conquistados e continua na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. O time volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, diante do Flamengo, às 21h50m (de Brasília), pelas quartas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileiro, o próximo compromisso acontece sábado, às 21h (de Brasília), contra a Ponte Preta, novamente no Maraca.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários