Oswaldo dribla distância e ‘comanda’ Botafogo com TV e celular contra Náutico

Compartilhe:

Após sentir dores no peito por causa de uma arritmia, o técnico Oswaldo de Oliveira foi afastado do trabalho por alguns dias. No entanto, isso não impediu o treinador de fazer uma visita aos jogadores durante do último treino do Botafogo antes da partida contra o Náutico, às 21h50 desta quarta-feira, na Arena Pernambuco. Para a partida, o Alvinegro definiu Luiz Alberto como comandante da equipe.

Mesmo no Rio de Janeiro e distante do elenco, Oswaldo de Oliveira deu um jeito de trabalhar. Com auxílio da tecnologia, ele passará instruções para sua comissão técnica em Pernambuco. Segundo apuração do UOL Esporte, o treinador acompanhará a partida pela televisão e trocará ideias com seus auxiliares por telefone.

A medida vai contra a indicação de seu médico que pediu repouso por 72 horas. Porém, Oswaldo de Oliveira já havia quebrado o protocolo na última terça-feira, quando surpreendeu os atletas e fez uma rápida visita antes do último treino da equipe, no Engenhão.

“Vamos para cima deles, com tudo. A gente lutou muito para chegar até aqui e temos forças para dar a volta por cima. Eu aposto e confio neste grupo que já mostrou que é capaz de se superar. Vou ter que assistir ao jogo de casa, pela TV, mas meu pensamento e este coração valente aqui estará com vocês lá em Pernambuco. Se vocês ficarem com saudade, podem me ligar. Vou dar bronca pelo viva-voz do telefone”, disse Oswaldo em rápido contato com os atletas e comissão técnica na sala de imprensa do Engenhão.

“Foi demais [visita surpresa de Oswaldo]. Estávamos reunidos na sala e ele chegou dando um grito forte. Muitos não o viram chegando e ficaram assustados. Foi legal ver a recuperação dele. Não vai poder viajar, mas passou muita confiança ao grupo. Ele deu abraço em todos e passou confiança. Isso é legal. Mesmo meio doente tentou nos animar. Acredita bastante no grupo. O mínimo que podemos fazer é dar essa alegria a ele”, completou Edílson.

Oswaldo de Oliveira não se sentiu bem após o Botafogo ser derrotado pelo Grêmio, no último sábado, no Maracanã. Com uma forte dor no peito por causa de uma arritmia, ele foi internado no Hospital São José, no Humaitá. Apesar do susto, o treinador precisará apenas descansar essa semana e deve voltar ao trabalho já na segunda-feira. Até lá, o time será dirigido pelo auxiliar Luiz Alberto.

Com 43 pontos, o Botafogo encara má fase e está há cinco jogos sem vencer – quatro derrotas e um empate. Assim, o Alvinegro caiu da segunda para a quarta colocação. A partida contra o Náutico, nesta quarta-feira, em Pernambuco, passou a ser fundamental para o time de General Severiano em termos de classificação para a Libertadores, já que a diferença caiu para seis pontos para o Vitória, primeiro time fora da zona de classificação para a Libertadores – é o sexto colocado, atrás do Atlético-MG, já garantido na próxima edição por ser o atual campeão continental.

Fonte: UOL

Comentários