Oswaldo rechaça vantagem com jogos em casa: ‘Cai por terra’

Compartilhe:

O técnico Oswaldo de Oliveira encontrou um elenco ainda mais concentrado na reapresentação dos jogadores, após a derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, no Mineirão, na última quarta-feira. O técnico lembrou dos lances que determinaram a derrota ainda doem na alma do time – e principalmente impactam a tabela de classificação (o time mineiro abriu sete pontos de vantagem na ponta) -, mas já trabalha para tirar a diferença do líder nas próximas rodadas. Com quatro jogos seguidos no Rio (três em casa e um clássico com mando de campo do Fluminense), o técnico só viu uma vantagem: a do time dar um tempo de avião, aeroportos, estradas e ônibus. Fora isso, considera a rota botafoguense tão dura quanto a do Cruzeiro, que joga fora duas vezes seguidas: primeiro contra o Corinthians, depois contra o Internacional.

Reconhecendo a força dos atuais campeões do mundo e dos gaúchos, Oswaldo citou a diferença na quantidade de títulos desses contra os seus próximos adversários. No entanto, lembrou que, coincidentemente, foram justamente Bahia e Ponte Preta, contra quem o Botafogo joga nos próximos dois fins de semana, que venceram Inter e Corinthians na última rodada.

– Se for comparar o número de títulos ganhos por Inter e Corinthians e Bahia e Ponte Preta, concordo que há muita distância. Mas eles acabaram de vencer essas equipes, que são, teoricamente, mais fortes. Ou seja, a teoria já cai por terra a começar por aí – disse o treinador do Botafogo.

Oswaldo viu modificações importantes nos baianos, que venceram o Botafogo no primeiro turno. Ele assistiu a vitória sobre o Inter e comentou as alterações promovidas pelo ex-técnico do Vasco Cristóvão Borges.

– O Bahia tem bons jogadores, jogadores experientes. Vi o último jogo e Cristóvão tem feito alterações importantes, colocando jogadores que não vinham atuando. São mudanças importantes na equipe. Como tem acontecido de forma rotineira com adversários que vamos enfrentar, será um time difícil de ser batido – apostou Oswaldo.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários