Perícia aponta que carro de Marcinho estava entre 86 e 110km/h no momento do acidente que matou professores

22 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marcinho, ex-Botafogo, deixa a 42ª DP após prestar depoimento
Twitter @tha10les/Esporte News Mundo

Resultado da perícia realizada na semana passada apontou que o carro do lateral-direito Marcinho, ex-Botafogo, estava numa velocidade entre 86 e 110km/h no momento do acidente que ocasionou a morte de um casal de professores na orla do Recreio, Zona Oeste do Rio, no último dia 30 de dezembro. A informação é do site “GE”.

A velocidade constatada é maior do que o limite da Avenida Lúcio Costa (70km/h) e contradiz com a versão dada por Marcinho em depoimento, de que ele não trafegava com o veículo em alta velocidade e estava a 60km/h. Ele deve responder por duplo homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

O professor Alexandre Silva de Lima morreu no local do acidente, enquanto a esposa dele, a também professora Maria Cristina José Soares, precisou passar por cirurgias nas pernas, ficou internada e faleceu nesta terça-feira. Ambos trabalhavam no Cefet, o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas