A partida diante do Vitória, domingo, no Estádio Nilton Santos, marcará o reencontro entre time e torcida, o que não acontecia desde a vitória sobre o Fluminense. Em nova oportunidade, o Glorioso intensifica as finalizações para somar mais três pontos importantes no Campeonato Brasileiro. O treinador Alberto Valentim falou sobre o cuidado especial.

– A gente precisa melhorar esses números de finalizações. Não é culpa só dos três lá da frente. Precisamos fazer com que a bola chegue até eles, que possamos criar mais situações de gol. Em alguns treinamentos procuramos fazer com que a gente finalize mais, um conceito que precisamos melhorar. Temos um bom número de jogadas pelo lado e temos que finalizar mais, é importante. Quem não finaliza não faz o gol. – disse o treinador.

CONFIRA OS DEMAIS TRECHOS DA ENTREVISTA COLETIVA DE ALBERTO VALENTIM:

TREINO FECHADO NA QUINTA-FEIRA

– Antes de responder queria pedir desculpas por ontem. A ideia era fazer un treino fechado com o Sub-17 e com a Portuguesa. Foi a primeira vez que não liberamos vocês sequer para o aquecimento.

UM ADVERSÁRIO FORTE FORA DE CASA

– Temos uma prova recente, quando venceram o Vasco pelo Brasileiro no Rio. Tiveram essa desclassificação na Copa do Nordeste, mas conheço bem o Vagner e como arma sua equipe. Será um jogo difícil.

YAGO CONFIRMADO

– Vai jogar o Yago e algumas outras situações eu gosto se definir até o último treino. Uma forma de ver se todos estão prontos. O restante vou esperar até o treino de amanhã.

MARCA ESPECIAL

– É uma semana especial pra mim. Cem dias de trabalho é uma marca legal e estou muito feliz por isso bater com o aniversário do Anderson Barros, um cara que acreditou no meu trabalho e que me trouxe para cá.

A META

– Não é da boca pra fora quando digo que precisamos melhorar e estamos tentando nos fortalecer a cada dia. O Botafogo está se fortalecendo a cada dia e esperamos fazer um campeonato legal. Nosso desafio é nos mantermos o mais alto possível nessa competição. Agora estamos muito focados para o jogo contra o Vitória. Meu objetivo é esse.

EVOLUÇÃO CONSTANTE

– Algumas vezes jogamos melhor, outras não muito bem e vencemos. São detalhes que precisamos melhorar. Acredito que todos os treinadores passem por isso. Precisamos evoluir a cada dia nos treinos para levarmos para os jogos. Um balanço positivo no meu modo de ver até no rendimento.

O FUTEBOL BRASILEIRO

– É a nossa cultura e infelizmente não vamos mudá-la. Talvez possamos melhorar, mas mudar não. Muitos até enxergam um desempenho melhor, mas não se os resultados não chegarem.

DESEMPENHO X RESULTADO

– O meu pior jogo aqui foi contra o Fluminense, tive até que chegar mais forte com os jogadores, mas acabamos vencendo. Contra o Fluminense o Jefferson saiu daqui o melhor em campo. Isso reflete um pouco disso de só olhar o resultado. Não acredito que fomos engolidos em Minas pelo América, mas bate com a pergunta que fez.

PARADA PARA A COPA DO MUNDO

– Preciso que o individual também evolua, depois o coletivo vem automaticamente. Essa parada será importante para darmos um descanso a eles e uma base forte de treinamentos que acredito muito.

O CRONOGRAMA

– O local ainda está a definir, mas daremos por volta de dez dias para os jogadores. Na sequência teremos vinte e um dias de treinos e com vinte e sete sessões de treinos. Muito bom para recuperarmos a forma física e aprimorarmos o nosso treinamento.

A GREVE DOS CAMINHONEIROS

– Hoje ainda não afetou, mas falei com meu auxiliar que amanhã viremos no carro dele. Tomara que essas coisas passem rápido para que as pessoas possam trabalhar e comer antes de vir ao jogo. É uma pena que o país esteja assim. É uma pena ver donos de postos triplicando o preço do combustível, agindo como os comandantes do país no momento em que podem fazer diferente.

LEANDRINHO

– O Leandrinho voltou de lesão e ainda não está bem fisicamente. Precisa melhorar muito, treinar mais forte. Não acho que marque como o João Paulo. Ele é outro jogador, mais um camisa 10. Totalmente diferente do João Paulo. Esperamos contar com ele.

Fonte: Terra