Rafael Marques evita lamentar derrota: ‘Não pode desanimar’

Compartilhe:

 A derrota por 2 a 1 para o Grêmio, neste domingo, em Porto Alegre, fez o Botafogo cair da liderança para o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro. O time segue com 13 pontos, empatado com o vice-líder Vitória e um atrás do Coritiba. O próximo jogo é contra o Náutico, sábado, em São Januário, pela sétima rodada da competição, e a partida ganha em importância para o grupo não se abater.

Na temporada, o Botafogo sofreu apenas sua terceira derrota, sendo duas delas no Campeonato Brasileiro. Para Rafael Marques, o time precisa manter a concentração para não permitir que aconteça uma queda de ritmo como no ano passado.

– A gente sabia jogar aqui é assim, como uma guerra. Perdemos no detalhe. Mas a equipe está de parabéns. O Botafogo sabe que vai ser difícil até o fim e não pode desanimar, nem adianta lamentar. Tem que pensar no próximo jogo e procurar a vitória – afirmou Rafael Marques, em en trevista à “Rádio Tupi”.

O lance do segundo gol do Grêmio gerou muita reclamação dos jogadores do Botafogo, que alegaram o fato de o assistente Marcelo van Gasse ter levantado a bandeira para marcar impedimento na jogada. No entanto, Vargas, autor do gol, estava em posição legal e o árbitro Paulo César de Oliveira tomou para si a decisão da joga e a validou.

– Todo mundo parou quando ele levantou a bandeira. Isso é automático. Ali, a gente não sabe se o cara está ou não impedido. O que não pode é ele ficar com a bandeira erguida e o árbitro não marcar impedimento – comentou Rafael Marques.

Fonte: Globoesporte.com e Rádio Tupi

Comentários