Não é de hoje que a tecla “é necessário um elenco encorpado para o Campeonato Brasileiro” é batida. Campeão carioca, o Botafogo está ciente deste mote e, por isso, desde o início da gestão Nelson Mufarrej, dez reforços foram anunciados para 2018.

Os dez já estiveram em campo, sendo o último, o zagueiro Yago, só teve a sua oportunidade no domingo passado, contra o Vitória. Emprestado pelo Corinthians, o defensor de 25 foi muito bem e causou ótima impressão.

Motivado pela estreia de Yago, o LANCE! traçou um balanço da chegada das caras novas ao Glorioso, que ainda vê poucos atletas que recém-chegaram como protagonistas. Veja abaixo e deixe a sua opinião nos comentários.

YAGO (25 ANOS)

Jogos: 1 (90 minutos – 1 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Seguro e muito elogiado na estreia, o já citado zagueiro chegou por empréstimo no início de março. Em 2017, vinha atuando na Ponte Preta, também cedido pelo Corinthians, porém uma lesão no joelho direito o prejudicou. Sem opção de compra ao fim deste ano, chegou com os salários divididos com o Timão.

MOISÉS (23 ANOS)

Jogos: 13 (1046 minutos – 12 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Moisés foi apresentado no fim de fevereiro. É mais um emprestado pelo Corinthians. O lateral-esquerdo, diferente de Yago, ganhou a sua primeira chance de forma relâmpago, com apenas dois treinos. Iniciou a Era Valentim como titular e, rapidamente, conquistou o carinho do torcedor. Teve uma boa sequência no Carioca interrompida após lesão na final, contra o Vasco. No entanto, retornou ao time titular no último jogo, contra o Vitória, e deve voltar à boa forma aos poucos. O autor de “chapéus com responsabilidade” fica até o fim do ano.

MARCELO (23 ANOS)

Jogos: 8 (570 minutos – 8 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Mais marcador, Marcelo foi apresentado junto a Yago. O volante de 23 anos teve um início promissor no Vitória, clube que o revelou, e seguiu para o futebol de Israel. Por lá, passou com dificuldades de adaptação no Maccabi Tel Aviv e no Bnei Yehuda. Vinha sendo titular até sentir dores no jogo antes da estreia do Brasileiro, contra o Palmeiras. Desde então, já está à disposição, mas vê Matheus Fernandes e Rodrigo Lindoso, principalmente, serem regulares no setor. Está emprestado pelo Maccabi Tel Aviv até o fim do ano.

JEAN (23 ANOS)

Jogos: 2 (15 minutos – 0 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Até aqui, o volante é o que menos teve tempo em campo para mostrar serviço. Em 2017, Jean esteve emprestado pelo Corinthians ao Vasco, período no qual foi titular e terminou o Brasileirão como líder de desarmes. Após quatro meses com o futuro indefinido, o Timão o cedeu ao Botafogo, também até dezembro. Seu último jogo pelo Glorioso foi contra o Fluminense, quando entrou para segurar um resultado positivo. Come pelas beiradas no elenco de Valentim.

RENATINHO (26 ANOS)

Jogos: 15 (795 minutos – 9 como titular)
Gols: 1
Assistências: 1 

Chamado de R10 do Paraná, Renatinho chegou com moral ao Botafogo. Desembarcou no clube carioca logo no início do ano, por empréstimo junto ao Mirassol, cuja duração é até dezembro. Foi o artilheiro do Tricolor na última Série B, com nove gols, e demorou para ser titular no Alvinegro. Teve as primeiras chances com Felipe Conceição, mas apenas com Alberto Valentim se firmou titular. Ainda oscila, atualmente está com um desconforto muscular, mas é importante no setor de criação. Pesa ao seu favor o fato de seu primeiro – e único gol – ter surgido contra o Vasco, no primeiro jogo da final do Carioca.

JOÃO PEDRO (21 ANOS)

Jogos: 2 (80 minutos – 1 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

João Pedro foi um dos fortes companheiros de Renatinho no Paraná, em 2017. O meia-atacante também se destacou no Paranaense pelo Atlético-PR no Estadual deste ano, mas, sem espaço com Fernando Diniz, foi cedido ao Botafogo, neste mês. Contra o Vitória, iniciou com a camisa 10, aberto pela esquerda, se movimentou, porém não foi efetivo. Veloz e bom finalizador, tem potencial para crescer.

LUIZ FERNANDO (21 ANOS)

Jogos: 22 (1504 minutos – 17 como titular)
Gols: 2
Assistências: 1

Destaque do Atlético-GO no último Brasileiro, com nove gols, Luiz Fernando motivou o Botafogo a investir R$ 2,5 milhões para comprar 50% de seus direitos econômicos – ou seja, foi o maior investimento do clube neste ano. É outro que ainda oscila, mas tem sido titular com bastante frequência. Ficou marcado por ter feito o gol que eliminou o Flamengo do Carioca, nas semifinais, e ainda ter provocado o arquirrival. Passou por lesão no tornozelo e, aos poucos, está recuperando o ritmo de jogo.

LEANDRO CARVALHO (23 ANOS)

Jogos: 4 (206 minutos – 2 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Emprestado pelo Paysandu, Leandro Carvalho auxiliou bem o Ceará na última Série B. Pelo Botafogo, cujo vínculo é até o fim do ano, vinha de boa sequência como titular quando teve que passar por uma cirurgia no joelho. Iniciou o processo de transição ao gramado na última segunda-feira e, possivelmente, ainda terá uma chance antes da parada para a Copa do Mundo.

KIEZA (31 ANOS)

Jogos: 18 (917 minutos – 2 como titular)
Gols: 5
Assistências: – 

Nome mais conhecido no cenário nacional, Kieza chegou com status de titular ao Botafogo, após poucos jogos no Vitória no início do ano. Assinou com os cariocas depois de novela e por dois anos. Se tornou titular com a chegada de Valentim, vinha de boa sequência, se lesionou, perdeu espaço para Brenner, mas retornou a estar entre os 11 justamente contra a ex-equipe, domingo último. E fez gol, acirrando a concorrência com o próprio Brenner, artilheiro do time na temporada, e com Aguirre – o próximo da lista.

AGUIRRE (23 ANOS)

Jogos: 3 (82 minutos – 0 como titular)
Gols: –
Assistências: – 

Não muito conhecido no Brasil, Rodrigo Aguirre se tornou o reforço mais badalado do ano, até pela vibração da diretoria quanto ao acerto de empréstimo com o uruguaio. Cedido pela Udinese até o meio do ano que vem, teve que passar um bom tempo afinando a parte física, uma vez que encarou uma delicada cirurgia no joelho em novembro passado. Muito por isso, está sendo acionado aos poucos por Valentim, que, ao que tudo indica, deve o escalar como titular muito em breve. Na última partida do Botafogo, entrou no intervalo e mudou o cenário positivamente.

CURIOSIDADES SOBRE OS REFORÇOS

Contratados: 2
Emprestados: 8
Média de idade dos reforços: 24 anos
Quem mais jogou: Luiz Fernando
Quem menos jogou: Jean (15 minutos)
Quem mais fez gols: Kieza (5 gols)

Fonte: Terra