Um clube com dificuldades financeiras precisa se reinventar no mercado para contratar jogadores que somem à equipe. Até aqui, o Botafogo mostra um bom aproveitamento com os atletas adquiridos para a atual temporada. Na vitória diante da Portuguesa, na última quinta-feira, seis dos sete reforços do Glorioso foram titulares e participaram ativamente do duelo.

Os nomes contratados pelo Botafogo para a temporada foram Gabriel, Diego Cavalieri, Cícero, Diego Souza, Gustavo Ferrareis, Alex Santana e Alan Santos. Desses, apenas o último, se recuperando de uma lesão, não esteve em campo, mas já participou de algumas partidas da Taça Guanabara e possui a confiança do treinador Zé Ricardo.

Na partida contra a Portuguesa, três dos quatro gols do Botafogo foram feitos por recém-contratados. Diego Souza, que estreou no Estádio Nilton Santos, Gustavo Ferrareis e Alex Santana, mostrando um instinto artilheiro, balançaram as redes. Cícero, mesmo mostrando sinais de que ainda não está no físico ideal, deu uma assistência e, aos poucos, se torna figura carimbada no meio-campo.

Alex Santana, antes de se lesionar, havia se tornado titular da equipe. O volante mostra intensidade no meio-campo e tem a finalização de longa distância como um de seus trunfos. Até aqui, foram quatro gols marcados pelo atleta no ano, o que o coloca como segundo maior artilheiro do Alvinegro na temporada.

De todos, Gabriel, envolvido na transferência que resultou na venda de Igor Rabello ao Atlético-MG, é o reforço que mais participa da equipe titular. Desde que chegou, reencontrou as boas atuações e virou peça-chave no esquema de Zé Ricardo. Ainda na defesa, Diego Cavalieri, contratado justamente para cobrir Gatito Fernández, convocado, teve uma atuação sólida contra a Portuguesa e soma experiência ao elenco.

Panorama distinto ao ano passado
Se os reforços mostram serviço até aqui, muitos dos jogadores contratados no ano passado não conseguiram repetir esse feito. O Alvinegro contratou Luiz Fernando, Rodrigo Aguirre, Kieza, Renatinho, Yago, Marcelo Santos, João Pedro, Moisés, Leandro Carvalho, Jean e Erik. Muitos desses, atualmente, não estão mais no clube, o que representa uma alta porcentagem de fracasso.

Dessa lista, apenas Luiz Fernando, Kieza, Jean e Erik permanecem no elenco. No ano passado, o Botafogo sofreu com a instabilidade da maioria dos jogadores contratados, o que pode explicar, em parte, o desempenho irregular da equipe em alguns momentos de 2018. Os recém-contratados para essa temporada, porém, demonstram que a história pode ser diferente dessa vez.

Fonte: Terra