A fase do Botafogo não é boa. Com a derrota para o Grêmio, o Alvinegro chegou a cinco jogos sem triunfar no Campeonato Brasileiro, o que abalou a confiança dos torcedores no time. Um dos jogadores mais experientes do elenco, Renato defende a torcida e nega a fama dos botafoguenses de pessimista. Segundo o camisa 8, eles apenas querem vitórias e cobram quando isso não ocorre.

Na derrota contra o Grêmio, inclusive, os torcedores chegaram a vaiar Seedorf, algo inédito desde sua chegada ao Botafogo. Para elogiar o holandês, Renato acabou elogiando os torcedores e torce para a volta do bom futebol do camisa 10.

“Ele é muito experiente. Não é só no Brasil que ocorre isso [vaias]. Se pegar o retrospecto, até o Cristiano Ronaldo já foi vaiado no Santiago Bernabéu [Estádio do Real Madrid]. Isso acontece. Ficam dizendo que  a torcida do Botafogo é pessimista, mas isso não existe. Eles vão ao estádio e querem vitórias. Quando não ocorre, eles reagem. Vaiaram o Seedorf, mas ele é experiente e sabe lidar muito bem. Ele passa muita confiança e pede tranquilidade para nos ajudará, independentemente das vaias”, disse Renato.

Apesar da derrota, Renato teve boa atuação e está mantido para a partida contra o Náutico e aproveita brecha de Gabriel, que voltou a sentir lesão na coxa direita e desfalca. Perguntado sobre a falta de sequência na temporada devido a contusões, o camisa 8 se recusou a utilizar uma palavra.

“Não vou nem citar essa palavra [lesão]. Temos jogos até o dia 8 de dezembro e quero ajudar meus companheiros como der. Seja dentro ou fora de campo. Esse é meu pensamento daqui para frente”, disse Renato, visivelmente incomodado com o questionamento e suas seguidas lesões na temporada.

Com a derrota para o Grêmio, o Botafogo se manteve com 43 pontos, mas perdeu a terceira colocação para o Atlético-PR. Na próxima rodada, o Alvinegro encara o Náutico, nesta quarta-feira, às 21h50, no estádio dos Arena Pernambuco, em Recife.

Fonte: UOL