Contratado pelo Botafogo para a Série B do Brasileirão após se destacar no Volta Redonda no Campeonato Carioca, Pedro Rosa não agradou aos torcedores na vitória sobre o Mogi Mirim no Engenhão, na última sexta-feira. Ainda tímido no apoio, a irritação das arquibancadas fez com que René Simões substituísse o lateral-esquerdo para improvisar Luís Ricardo no setor já no intervalo. O treinador confirmou que vai mantê-lo na reserva contra o Oeste, nesta terça, como forma de preservá-lo.

“Tenho certeza de que o Pedro não vai ficar desmotivado. O peso da camisa do Botafogo é grande, ela enverga varal, mas ele está tranquilo, vai se adaptar e dar alegrias. Para esse jogo ainda está muito em cima do que aconteceu. Então tem que baixar a poeira. Além disso, gostei muito da entrada do Luis Ricardo, deu uma dinâmica de jogo diferente. Não se pode fechar os para algo que aconteceu e que fez a equipe ir bem. Claro que eu penso no individual e me preocupo com todos eles, mas ninguém está à frente do Botafogo. A coletividade é o ponto principal. Então, tiro o Pedro do time pela coletividade, pensando que assim o time vai melhorar”, explicou René.

O mau momento de Pedro começou ainda na terça passada, quando ele perdeu a bola no meio de campo e na sequência da jogada cometeu o pênalti que deu o empate ao Paraná – o Glorioso só saiu da Vila Capanema com a vitória graças a Rodrigo Pimpão, aos 48 minutos do segundo tempo. René ainda conta no elenco com Jean, recém-promovido das divisões de base e destaque dos juniores no título do Carioca Sub-20 de 2014.

Fonte: FutNet