A derrota para a Ponte Preta por 2 a 0, na noite de quinta-feira, no Moisés Lucarelli, confirmou uma dura rotina do Botafogo, que ainda não conseguiu vencer duas partidas consecutivas no Campeonato Brasileiro. O técnico Ricardo Gomes lamentou a situação e garantiu que a perda de Canales, que deslocou o ombro, logo no começo da partida em Campinas não teve influência no resultado final.

“Não prejudicou. É ruim porque perde uma substituição. É claro que entrou um jogador que não tem tanta experiência e tanta vivência como o Canales, mas também temos jogadores pra substituir a altura e foi o que aconteceu. A montagem da equipe e a estratégia não foi prejudicada por isso”, disse o treinador após o tropeço que deixou o time carioca em 15º lugar, com 20 pontos.

Sofrendo com um calendário desgastante, o Botafogo terá uma pausa de dez dias até o seu próximo compromisso no Brasileirão, pois o duelo com o Grêmio foi adiado para 4 de setembro. Assim, o time só voltará a entrar em campo no dia 14 de agosto, no Morumbi, em São Paulo.

Ricardo Gomes, que culpou o desgaste pela irregularidade do seu time, festejou o tempo extra de preparação. “É diferente. Temos um tempo de preparação pra duas coisas essenciais. Descansar e depois treinar. A partida contra o São Paulo é muito difícil, um time que está na primeira parte da tabela, então evitar o desgaste e se preparar bem é essencial”, afirmou.

Fonte: Hoje em Dia