Com as lesões de Jefferson e Gatito, o jovem Saulo, cria das categorias de base do Botafogo, vem sendo o titular da meta alvinegra. Até o momento, são 17 partidas na temporada. Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira, o arqueiro de 23 anos comemorou as chances que vem recebendo e destacou o quanto as mesmas estão sendo importantes para o seu crescimento na carreira.

“Está sendo de muita felicidade. Até então não tinha jogado tantos jogos. Se eu não me engano, são 17 jogos esse ano. Tem sido de muito aprendizado para mim. Uma coisa é treinar, outra é jogar. Estou evoluindo a cada jogo e estou crescendo na minha carreira”, disse.

Saulo destacou que a missão de substituir os ídolos Jefferson e Gatito não é nada fácil. Porém, o atleta contou que tem conversado com a dupla, que lhe passa tranquilidade para jogar.

“Isso tem sido de super importância pra mim. Não é tarefa fácil substituí-los e estou feliz pela oportunidade. Eles procuram me passar calma, tranquilidade. Está sendo de muito proveito para minha carreira. Estou evoluindo a cada dia”, falou.

Críticas

Saulo teve que lidar com as críticas da torcida, que considerou que o goleiro falhou em determinados gols sofridos pelo Botafogo. No entanto, o arqueiro acredita que não errou nos lances e pontuou que procura não ficar pensando nisso para não acabar se desconcentrando.

“Na minha opinião, não falhei. Os gols que tomei, que contestaram, foram lances difíceis. Se vão falar ou não, eu não tenho que me preocupar com isso. Acabo não me concentrando se ficar com isso na cabeça”, declarou.

Faltando 10 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, Saulo afirmou que é possível conquistar os 30 pontos que estarão em disputa.

“Tem mais dez jogos pela frente. Claro que a gente queria estar melhor na tabela, mas infelizmente as coisas não ocorreram da maneira que a gente queria. Mas vamos dar o nosso melhor para conquistar os 30 pontos. É possível”, concluiu.

Fonte: Esporte 24 Horas