O goleiro Saulo lamentou o fato de a única defesa que praticou na cobrança de pênaltis não ter sido suficiente para garantir a classificação do Botafogo para a próxima fase da Copa Sul-Americana. O Alvinegro até venceu o Bahia no tempo normal por 2 a 1, mas acabou sendo eliminado na disputa de pênaltis.

“Infelizmente,  não acertamos as cobranças, mas isso acontece no futebol”, afirmou.

Para o jovem goleiro, o grupo não pode ficar lamentando o resultado porque está disputando o Campeonato Brasileiro e precisa de vitórias para ficar em uma posição mais tranquila, se livrando de vez do risco de rebaixamento.

“Tínhamos muita expectativa de conquistar o título da Sul-Americana, mas isso não pode nos abalar”, prosseguiu em entrevista ao SporTV.

O experiente volante Rodrigo Lindoso também lamentou a eliminação do Botafogo na Sul-Americana para o Bahia, alegando que o duelo com o Bahia foi equilibrado, mas também lembrando a mistura de competência e sorte na marca da cal. “Nos pênaltis tem competência, mas loteria também”.

.O atacante Rodrigo Pimpão contou que estava escalado para fazer a sexta cobrança de pênaltis, mas que Moisés pediu para bater antes dele. “Não tem que culpar ninguém, sabemos que pênalti é loteria”.

Muito abalado e sem querer dar entrevistas, Moisés deixou o campo abraçado por vários jogadores que resolveram dividir com o lateral emprestado pelo Corinthians a responsabilidade pelo pênalti perdido e que causou a eliminação do Botafogo da Copa Sul-Americana.

Fonte: Terra