Na tarde deste domingo (09), o Botafogo perdeu o clássico regional contra o Fluminense, no Maracanã, por 1 a 0. Com a derrota, o alvinegro se complicou ainda mais na tabela. Em 15º com 26 pontos, pode terminar a rodada na 16º posição, caso outro rival, o Vasco, conquiste os três pontos diante do Vitória, na Bahia.

Após o revés, o goleiro Saulo falou com a imprensa na zona mista. Visivelmente incomodado com o resultado, o arqueiro assumiu a chateação com a fase ruim da equipe, mas ressaltou a necessidade de seguir trabalhando para conseguir reverter a mesma.

“Chateia todo mundo, é difícil para todos, mas a equipe sabe o que tem que fazer. Tenho certeza que vamos trabalhar forte e voltar ao caminho das vitórias”.

Saulo também comentou sobre o gramado do Maracanã. De acordo com ele, o péssimo estado prejudicou os dois times.

“Atrapalha bastante, não favorece muito a gente, que procura ter um jogo de posse de bola. Mas atrapalhou para eles também. Nosso time jogou bem, faltou só o gol, voltamos melhores ainda no segundo tempo”.

Perguntado sobre o lance crucial da partida, onde Rodrigo Lindoso desperdiçou um pênalti aos 40 minutos do segundo tempo e jogou fora a chance do empate, o goleiro demonstrou apoio e enalteceu o companheiro.

“Acontece, a gente tenta passar o máximo de força possível. O Lindoso é um cara tranquilo, cabeça boa, vai saber passar por esse momento”.

Por fim, o arqueiro de 23 anos pregou foco total para que o Botafogo possa sair dessa zona de perigo dentro do Brasileirão. Vale lembrar que o glorioso está apenas dois pontos à frente do Z4.

“Incomoda, mas é trabalhar, manter a calma. A gente tenta nos jogos manter uma regularidade boa para sair dessa fase incômoda. É trabalhar, trabalhar e focar para sair dessa zona de desconforto”.

Fonte: Vavel