Encarado com muita desconfiança pela torcida do Botafogo após assumir a condição de titular com as lesões de Gatito Fernández e Jefferson, o goleiro Saulo começa a dar a volta por cima. Com pouca experiência, aos 23 anos, ele mostrou uma natural insegurança nos primeiros jogos, mas deixou o gramado como um dos destaques da equipe alvinegra nas três últimas rodadas no Campeonato Brasileiro. Coincidentemente, todas as partidas terminaram empatadas: São Paulo e Vasco (ambas por 1 a 1, no Nilton Santos) e com o Ceará (0 a 0, no Castelão).

Saulo celebrou o momento de paz e afirmou que tem conseguido notar a sua evolução a cada partida na equipe titular. “Tudo isso só me motiva a trabalhar mais. Continuar focado e firme. Tenho me sentido muito bem, cada jogo eu percebo a minha evolução, o que é importante demais para um goleiro novo como eu”, disse o atleta, revelado nas divisões de base do Alvinegro e que vem sendo muito elogiado pelo técnico Zé Ricardo e pelo preparador de goleiros do clube, Flávio Tenius.

Na 12ª colocação, com 35 pontos, o Botafogo tem no momento, segundo os cálculos do site Infobola, 9% de risco de queda para a Série B do Brasileiro. O time volta a campo no sábado, diante do Bahia, às 16h, no Estádio Nilton Santos, ciente de que uma vitória é fundamental na briga contra o Z-4, porque o adversário está somente um ponto atrás.

DOIS DESFALQUES

Para esse compromisso, o técnico Zé Ricardo terá duas baixas: o zagueiro argentino Joel Carli e o volante Matheus Fernandes, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Na defesa, Yago e Marcelo Benevenuto disputam a vaga de Carli. No meio-campo, o técnico Zé Ricardo espera ter o retorno de Jean, que vinha sendo titular, e está se recuperando de uma lesão na coxa direita sofrida na partida contra o São Paulo.

Fonte: O Dia Online