Seedorf vira ‘coadjuvante’: ‘Estou tentando voltar a ser brilhante’

Compartilhe:

A grande estrela do elenco do Botafogo deixou o protagonismo para outros personagens nos últimos jogos. Sem ter balançado as redes nas últimas oito partidas da equipe (ficou fora de duas) e sem ter tanto destaque como está habituado, o meia Seedorf virou coadjuvante de jogadores bem menos badalados, mas que estão decidindo para o Alvinegro.

Nesta quarta-feira, foi o garoto Hyuri quem novamente fez o gol da vitória botafoguense sobre o Corinthians, por 1 a 0, no Maracanã. Em jogos anteriores, Rafael Marques, Elias, Bolívar e Octávio também balançaram as redes e ajudar a manter o Botafogo na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, além de colocar o time nas quartas de final da Copa do Brasil. O último gol de Seedorf foi no empate com o Internacional, por 3 a 3, há quase um mês, no dia 15 de agosto, quando Vitinho ainda nem sequer tinha sido vendido ao CSKA Moscou.

Mas a falta de brilho nas últimas partidas não deixa Seedorf preocupado. O holandês até admite que gostaria de voltar a ser decisivo, mas faz questão de elogiar a qualidade do grupo botafoguense.

“Grupo fantástico de trabalho, a gente conseguiu um padrão de jogo com muitas trocas, dificuldades, mas sempre acreditando no trabalho. Cada um tem momentos brilhantes. Vamos trocando jogador que decide jogos, mas no final o grupo sabe o que fazer. Eu estou tentando voltar a ser brilhante, mas o importante é não querer decidir sozinho as coisas. Por isso estamos onde estamos”, disse Seedorf, que perdeu um gol diante do Corinthians depois de driblar o goleiro Cássio e ver Paulo André salvar em cima da linha, mas comemorou a importante vitória.

“Foi um jogo de raça mesmo. Acho que a gente foi melhor nos 90 minutos e no final conseguimos o gol. Eu errei no primeiro tempo, escorreguei no momento de definir o tiro. Tivemos outras situações claras, foi merecido. É um time que não desiste. Mais três pontos muito importantes contra o favorito máximo do campeonato”.

A diversidade de boas opções no elenco do Botafogo também tem agradado ao técnico Oswaldo de Oliveira. Mesmo com a saída de jogadores importantes no meio deste ano e com desfalques por lesão ou suspensão nas últimas rodadas, o treinador viu o time manter o nível e conseguir resultados importantes.

Oswaldo reconheceu a recente queda de produção de Seedorf e destacou o bom desempenho de outros jogadores nos últimos jogos, o que faz a equipe ganhar força sem ficar na dependência apenas do meia holandês. Mesmo assim, o treinador deixa claro que Seedorf segue sendo fundamental em seu esquema.

“É muito bom do ponto de vista moral, pois dá confiança e tranquilidade. A qualidade dele é inegável assim como a mobilização em torno dele. Mas quando você consegue uma vitória independentemente da qualidade do Seedorf é muito saudável para o time, mas não abro mão. Tomara que volte rapidamente a editar os grandes momentos que sempre teve. Todos os jogadores passam por dias menos felizes”, afirmou Oswaldo, que completou.

“Acho que ele jogou bem (contra o Corinthians). Fez a função que combinamos, atraindo a marcação para um lado do campo e continuou sendo fantástico. Não serviu e nem fez gol, mas teve uma participação boa e colaborou como um dos grandes destaques da partida”.



Fonte: ESPN.com.br
Comentários