Na reunião ordinária de segunda-feira, o conselho diretor do Botafogo chegou ao consenso de que o atraso salarial dos jogadores não chegará aos três meses. Há o temor de que, se chegar ao terceiro mês sem pagar, atletas busquem na Justiça a rescisão.

Com dois meses de salário, premiações e direitos de imagem atrasados, os jogadores do Botafogo decidiram ficar sem dar entrevistas desde o dia 3 de julho. O Botafogo segue sem recursose não há previsão de novas verbas nos próximos dias.

– No Botafogo é sempre assim. No momento crucial sempre conseguimos contornar as dificuldades – disse uma figura do clube, em declaração reproduzida no site Globoesporte.com.

Apesar do cenário caótico, dirigentes do Botafogo mantêm o discurso de otimismo e buscam uma solução imediata. O Glorioso volta a campo no domingo para encarar o Santos, às 11h, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globoesporte.com