A gordura acabou. Há cinco jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Botafogo precisa reagir imediatamente para não se complicar na luta por uma vaga na Libertadores do próximo ano. Dos últimos cinco jogos no Brasileirão, foram quatro derrotas. Fica a sensação de que o time está à deriva na competição.

Dos 12 jogos que faltam, seis serão realizados no Maracanã. Caso seja eficiente em casa, o Glorioso tem grandes chances de atingir o objetivo de permanecer no grupo que garante vaga na mais importante competição sul-americana. O problema é que o fator casa parou de ser importante para o time comandado por Oswaldo de Oliveira.

Além da importância dos três pontos, vencer no Rio significa voltar a ter a confiança da torcida, que já perdeu a paciência com o péssimo desempenho da equipe nas últimas rodadas. No sábado, na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, o time foi vaiado e ainda chamado de “sem vergonha” por grande parte dos mais de 14 mil presentes no Maracanã.

Vale lembrar que a zona de conforto no G4 está cada vez menor. Santos e Vitória estão chegando próximos do Botafogo na tabela. Além disso, caso um clube brasileiro conquiste a Copa Sul-Americana deste ano, o G4 vira G3, complicando ainda mais a situação do Alvinegro, que hoje é o quarto colocado no Brasileirão. Pelo menos, o Glorioso terá confrontos diretos contra Vitória, Inter e Atlético-PR, adversários na luta por uma vaga na Libertadores. Caso saia vitorioso nesses jogos decisivos, o time terá uma ótima chance de voltar a disputar a competição internacional após longos 17 anos.

A situação parece não está tão complicada, mas é bom os jogadores abrirem os olhos para não deixarem a torcida frustrada mais uma vez.

Fonte: Lancenet!