Neste domingo (5), o Pacaembu será a casa do Santos em mais uma oportunidade: desta vez, o duelo é contra o Botafogo, às 11h (horário de Brasília), válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Pela competição nacional, as equipes já fizeram grandes duelos que vêm desde os tempos de Pelé e Garrincha. Também houve confrontos marcados por arbitragem, quebra de invencibilidade e até rebaixamento.

Relembre quatro jogos inesquecíveis entre Santos e Botafogo no Brasileirão:

1- Final da Taça Brasil de 1962

Naquela década, tratava-se das duas maiores equipes do país. De um lado, Pelé, Pepe, Coutinho e um esquadrão legendário. Do outro, Garrincha, Zagallo, Nilton Santos e companhia. A decisão da Taça Brasil (equivalente ao Brasileirão na época) de 1962 precisou, após uma vitória de cada, de uma terceira partida. No Maracanã lotado, o Peixe não tomou conhecimento dos cariocas e, com um sonoro 5 a 0 (dois gols de Pelé, um de Pepe, um de Dorval e um de Coutinho), conquistou o seu segundo título nacional.

2- Final do Brasileirão de 1995

Se o campeão deste ano foi o Botafogo, a partida é ainda mais inesquecível para os santistas. O Alvinegro Praiano tinha a vantagem do empate e, após perder a ida por 2 a 1 no Maracanã, sofreu com uma arbitragem confusa de Márcio Rezende de Freitas. Com o empate por 1 a 1 no mesmo Pacaembu, o Santos acabou amargando o vice-campeonato. Na ocasião, os dois gols contabilizados (de Túlio Maravilha e Marcelo Passos) foram irregulares e o único tento que seria legítimo (de Camanducaia) acabou sendo mal anulado.

3- Campeonato Brasileiro de 2013

O Peixe defendia uma invencibilidade de 29 jogos na Vila Belmiro – a quinta maior da história, durando mais de um ano – e, pela 21ª primeira rodada do Brasileirão, recebeu o Botafogo de Seedorf. Com o 2 a 1 do Glorioso (dois gols de Elias, com Cícero descontando), a sequência de 16 vitórias e 13 empates foi interrompida.

4- Campeonato Brasileiro de 2014

Para a maioria dos santistas, foi uma forma de vingança em relação ao título brasileiro “tirado” de 1995. Pela penúlitma rodada daquele Brasileirão, o Botafogo precisava vencer, mas com dois gols sofridos por Leandro Damião, acabou sendo rebaixado pela segunda vez na história.

Fonte: Torcedores.com